POLÍCIA CIVIL IDENTIFICA E INDICIA O MAIOR ESTELIONATÁRIO DE BANCOS DO AMAPÁPor: Assessoria de Comunicação

 Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil do Estado do Amapá, por meio da 6ª Delegacia da capital, indiciou nesta segunda-feira, 11, o nacional Kisley da Silva Abreu, de 40 anos de idade, pela prática de vários crimes de estelionato na capital do Estado.

Ao todo, mais de 20 Inquéritos Policiais foram instaurados e mais de 20 vítimas compareceram à 6ª Delegacia de Polícia para proceder ao reconhecimento do infrator.

Através da análise do circuito de imagens dos estabelecimentos bancários e por meio de investigação focada no reconhecimento facial, foi possível identificar as dezenas de ações praticadas por Kisley, desviando para si os valores que deveriam ser depositados nas contas das vítimas, ou realizando operações bancárias não autorizadas de transferência de numerário, sem o consentimento da vítima.

A conduta criminosa do infrator consistia em aguardar no saguão dos caixas eletrônicos das agências bancárias e abordar pessoas idosas e as que possuíssem dificuldades em manusear os terminais bancários.

Dessa forma, Kisley oferecia ajuda a essas pessoas e, utilizando um princípio básico de mágica para desfocar a atenção das vítimas, com manobras e estratagemas ágeis, trocava os envelopes que deveriam ser inseridos nas máquinas ou realizava transferências bancárias para conta de terceiros, sem que a vítima percebesse o furto ou o desvio.   

Alguns dias depois, ao verificar seu extrato bancário, a pessoa percebia que havia sido vítima de um golpe.

Segundo o Delegado de Polícia Leandro Vieira Leite, que coordenou as investigações, “Kisley sempre procurava por pessoas que demonstrassem dificuldades em manusear os caixas eletrônicos, muitas das vezes pessoas idosas ou com deficiência mental, e através de comandos ágeis no teclado do computador ou mediante a manobra na troca de envelopes, conseguia transferir o numerário da conta bancária da vítima para a conta de terceiros, ou realizar o denominado golpe do envelope vazio, inserindo na máquina um envelope sem dinheiro, retendo para si o envelope com o numerário da vítima”.

Uma pessoa que auxiliava Klisley no evento criminoso também foi identificada e indiciada.

A Polícia Civil representou pela prisão preventiva do acusado e o pedido foi acolhido pelo Juiz da 2ª Vara Criminal da comarca de Macapá, Dr. Ailton Marcelo Mota Vidal.

Kisley da Silva Abreu atualmente encontra-se custodiado no

About the author

Related

WhatsApp chat