Obras da Unidade Mista de Saúde de Ferreira Gomes estão 97% concluídasGovernador Waldez Góes inspecionou a unidade que tem inauguração prevista para julho de 2019. Obras do Hospital Regional de Porto Grande também foram examinadasPor: Andreza Teixeira

 Foto: Patryck AlmeidaEm visita às obras, Góes destacou que a UMS é essencial para garantir atendimento médico de qualidade aos moradores da região

O trabalho de reforma e ampliação da Unidade Mista de Saúde (UMS) de Ferreira Gomes está 97% concluído, com inauguração prevista para julho deste ano. A estrutura será uma clínica de especialidades que oferecerá serviços e atendimentos ampliados à população do município de Ferreira Gomes, a 137km de Macapá, e cidades do entorno, como Porto Grande, Serra do Navio e Pedra Branca do Amapari – que, juntas, reúnem aproximadamente 50 mil habitantes. Nesta segunda-feira, o governador do Amapá, Waldez Góes, inspecionou as obras, acompanhado de equipe de governo.

A reforma e ampliação da nova unidade são resultados de uma parceria entre o Governo do Amapá e a Usina Hidrelétrica (UHE) Ferreira Gomes Energia, por meio de um dos eixos do programa de responsabilidade social da empresa. Durante a inspeção, Góes frisou que a UMS é essencial para assegurar saúde de qualidade aos moradores do centro-oeste amapaense, além disso, a nova estrutura desafogará o atendimento das unidades de saúde de Macapá e Santana.

“Os ganhos são para a sociedade que não precisará mais se deslocar até a capital para receber atendimento médico em situações de média complexidade. É muito importante fazer essas visitas para que possamos cumprir o cronograma”, frisou o chefe do Executivo estadual.

A UMS oferecerá à população uma estrutura composta por três blocos. O primeiro reúne sala de estabilização, conhecida como sala vermelha, onde serão feitos os atendimentos de emergência e urgência; sala de radiologia, ultrassonografia, consultórios médicos e odontológicos. O segundo é composto por três quartos de pré-parto, parto natural e pós-parto, que atenderá mulheres grávidas classificadas como risco habitual; e o setor laboratorial. Já o terceiro bloco foi adaptado para um centro de reabilitação, com repouso feminino e masculino, sala de esterilização, entre outros.

O secretário de Estado de Infraestrutura, Alcir Matos, destacou que as obras da UMS devem ser concluídas ainda no primeiro semestre de 2019. “O prédio foi todo reformado e equipado, agora passa por ajustes finais. Após essas adequações, o Estado entrará com obras complementares de urbanização, como construção do muro e dos acessos para ambulância e paisagismo”, declarou Matos.

Hospital Regional de Porto Grande

Waldez Góes e a equipe de governo também visitaram as obras do Hospital Regional de Porto Grande, a 102km da capital, que atenderá média e alta complexidade da região centro-oeste do Estado. A obra está orçada em, aproximadamente, R$ 11,2 milhões. Os recursos são de acordos de compensação pelos impactos gerados na instalação da UHE Cachoeira Caldeirão, no Rio Araguari, tendo o governo do Estado e a Prefeitura de Porto Grande como articuladores com a empresa construtora.

Alcir Matos explicou que o Estado será responsável pela conclusão da obra. “Nesta etapa, será agregado ao projeto inicial a Unidade de Tratamento Intensivo para regionalização dos atendimentos”, ressaltou o secretário.

A nova unidade vai funcionar no mesmo local onde antes existia o Hospital Municipal Maria Lúcia Guimarães da Silva, que foi demolido, e será referência no atendimento aos municípios de Porto Grande, Pedra Branca do Amapari, Serra do Navio e Ferreira Gomes.

Outras obras

Em Porto Grande, Waldez Góes também acompanhou trabalhos realizados por meio de parceria entre governo estadual e prefeitura, a orla da cidade e a pavimentação do bairro Centro. Góes ainda esteve na Escola Estadual Elias Trajano, que será a primeira do interior a receber o modelo de educação em tempo integral. Na cidade de Ferreira Gomes, foram visitadas obras da mobilidade urbana.GALERIA DE FOTOS

About the author

Related

WhatsApp chat