ALELUIA: neste sábado, 31, inicia o Ciclo do Marabaixo

 

Cultos ao Divino Espírito Santo e à Santíssima Trindade marca a grande festa, em Macapá. Programação se estende até dia 03 de junho. 

 

Inicia neste sábado, 31, a programação do Ciclo do Marabaixo 2018 no Amapá. Considerada herança dos escravos negros que trabalharam na construção da Fortaleza de São José de Macapá, no século 18. A festividade conta com ladainhas, cortejos, missas, bailes, novenas, retirada dos mastros entre outras atividades.

Diversos rituais tradicionais serão realizados nos quatro barracões da cidade. A “festa do ciclo”, como é conhecida, acontece especificamente na área urbana, nos bairros do Laguinho e da Favela (Santa Rita), em Macapá, e na área rural, em Campina Grande.

Os maiores difusores dessa manifestação cultural são os jovens, herdeiros das famílias tradicionais fundadoras dessa expressão de fé, bem como apoiadores e devotos. O Ciclo do Marabaixo é realizado por famílias tradicionais dos bairros da Favela e do Laguinho, como forma de manifestar toda a devoção à Santíssima Trindade e o Divino Espírito Santo.

(Foto: Alessandro Brandão)

(Foto: Alessandro Brandão)

Comidas e bebidas

Durante a manifestação cultural do Marabaixo é servido um cozido de carne com legumes e a tradicional “gengibirra”, feita a partir da mistura de cachaça, gengibre, açúcar, cravinhos da índia e água. A bebida é considerada o  energético dos brincantes, os ajuda a aguentar a festa até o amanhecer, cantando e dançando.

 

(Foto: Alessandro Brandão)

(Foto: Alessandro Brandão)

Instrumento

O instrumento típico é o tambor, conhecido como “caixa de marabaixo”. E carregado frente ao corpo, pendurado nos ombros é tocado com duas baquetas. Antigamente feito de couro de animais (gado, cobra e bode), hoje são feitos a partir de materiais sintéticos.

Vestimenta

As roupas típicas masculinas são calça branca, camisa florida, toalha no ombro, chapéu de palha enfeitado com murta (planta retirada das matas do Quilombo do Curiaú, de cheiro agradável), enquanto as mulheres usam saias floridas e rodadas, blusas de renda, anágua, flores no cabelo e também uma toalha no ombro.

 

Confira abaixo a programação do Ciclo do Marabaixo nos meses de março a junho.

Favela e Campina Grande

Barracão da Dona Dica Congó – Av. Mendonça Júnior – 1275

Barracão da Dona Gertrudes – Av. Duque de Caxias – 1203

Centro Cultural Jesus Maria José – Km 21 – Rodovia Macapá/Jari (Campina Grande)

31/03 – Sábado Aleluia (Barracão da Dona Gertrudes e Dica Congó)

De 17h à meia-noite – Marabaixo da Aleluia

01/05 – Marabaixo do Trabalhador (somente no barracão da Dona Gertrudes)

13/05 – Marabaixo das Mães (somente no Barracão da Dica Congó)

05/05

8h – Corte do Mastro no Curiaú, com todos os realizadores do Ciclo

De 17h à meia-noite – Rodada de Marabaixo no Barracão da Dona Gertrudes

06/05

De 17h à meia-noite – Marabaixo do Mastro (Barracão da Dica Congó, Tia Biló e Mestre Pavão)

18/05

19h – Ladainha em Louvor à Santíssima Trindade (se estende até 26/05)

19/06

16h – Quebra de Murta no Curiaú

20/06

De 16h às 7h do dia seguinte – Marabaixo da Murta, Encontro das Bandeiras na frente da Igreja Jesus de Nazaré, retorno para os barracões e marabaixo até o amanhecer, quando os mastros são levantados.

27/05 – Domingo da Santíssima Trindade

09h – Missa da Trindade (Igreja da Santíssima – Dona Gertrudes);

09h – Missa da Trindade (Barracão Dica do Congó – Dica Congó);

10h – Café da manhã nos barracões;

12h – Almoço dos inocentes nos barracões.

31/05

De 17h às 22h – Marabaixo de Corpus Christi (Somente da Dona Gertrudes)

03/06

De 17h às 22h – Marabaixo da derrubada do mastros e escolha dos festeiros de 2019

Laguinho

Tia Biló – Rua Eliezer Levy entre Mãe Luzia e José Tupinambá;

Mestre Pavão – Av. José Tupinambá entre Leopoldo Machado e Jovino Dinoá.

01/04 – Domingo de Páscoa

De 16h à meia-noite – Marabaixo da Ressureição

05/05

08h – Sábado do Corte do Mastro, no Curiaú, com todas as famílias e festeiros.

06/05 – Domingo do Mastro

10h à meia-noite – Roda de Marabaixo na casa do Mestre Pavão;

17h à meia-noite – Roda de Marabaixo na casa da Tia Biló.

09/05 – Quarta-feira da Murta do Divino Espírito Santo

De 16h às 07h– Marabaixo da Murta do Divino Espírito Santo, até o amanhecer do dia seguinte, quando o mastro é levantado.

10/05

19h – 1ª novena do Divino Espírito Santo.

11/05

21h – 1º Baile dos Sócios do Divino Espírito Santo.

18/05

18h – Início da Novena da Santíssima Trindade e última Novena do Divino, na casa do Mestre Pavão;

19h – Início da Novena da Santíssima Trindade e última Novena do Divino, na casa da Tia Biló.

19/05

21h – 2º Baile dos Sócios do Divino Espírito Santo.

20/05 – Domingo do Espirito Santo

7h30 – Missa na Igreja São Benedito (Tia Biló) e Igreja Jesus de Nazaré (Mestre Pavão);

9h – Café da manhã, nas casas dos festeiros;

12h30 – Almoço na casa do Mestre Pavão;

16h – Marabaixo da Murta da Santíssima Trindade, encontro das Bandeiras na frente da igreja Jesus de Nazaré e retorno para o barracão, com roda de marabaixo até o amanhecer do dia seguinte, quando o mastro é levantado.

21/05

21h – 1º Baile de Sócios da Santíssima Trindade;

26/05

21h – 2º Baile de Sócios da Santíssima Trindade;

27/05 – Domingo da Santíssima Trindade

7h – Missa na Igreja São Benedito (Tia Biló) e Igreja Jesus de Nazaré (Mestre Pavão);

9h – Café da manhã na casa das famílias pioneiras;

31/05

Baile de Corpus Christi nas casas dos festeiros

03/06 – Domingo do Senhor

17h – Derrubada dos mastros e escolha dos festeiros de 2019.

About the author

Comunicólogo e Jornalista por formação, Rádio-apaixonado e Social Media. 23 anos. Fazendo a segunda graduação na Universidade Federal do Amapá, acadêmico de Letras/Francês.

Related

WhatsApp chat