Assembleia Legislativa concede título de Cidadão Amapaense ao capitão Ricardo Ferreira

 

O capitão de Mar e Guerra, Ricardo Jaques Ferreira, recebeu das mãos do deputado estadual Charles Marques (DC) o Título de Cidadão Amapaense, considerada uma das mais importantes honrarias concedidas pela Assembleia Legislativa do Amapá. A entrega aconteceu na tarde desta quinta-feira (8), na sala da presidência, no prédio anexo do poder Legislativo, em sessão solene simples.

 

Para o deputado Charles Marques, o responsável pela indicação, mesmo sendo um ato simples, não deixou de ser repleto de gratidão. “A partir de hoje, o senhor está tendo o reconhecimento deste estado e desta Casa por todas as ações realizadas nas regiões ribeirinhas e por proporcionar aos moradores condições para uma vida melhor, uma vida saudável e saber que eles são lembrados por todos”, destacou.

 

Ricardo Jaques Ferreira agradeceu o reconhecimento pelos serviços prestados aos ribeirinhos. “É a realização de um sonho. Estudamos, planejamos e executamos, e nos sentimos felizes por levar a todos esperança, saúde e conhecimento. Afinal, além de oferecer assistência médica, mostramos a importância de navegar com segurança pelos nossos rios”, contou.

 

O capitão de Mar e Guerra também agradeceu ao Legislativo pela parceria. “O nosso trabalho acontece graças à compreensão de todos e não podemos deixar de destacar a importância da Assembleia Legislativa, que entendeu a necessidade de oportunizar aos ribeirinhos condições para levarmos até eles saúde, assim como o próprio governo, entre outras representatividades”, complementou.

 

Natural do Rio de Janeiro, Ricardo Jaques Ferreira ingressou na escola naval em 16 de fevereiro de 1990. Em dezembro de 1993 foi para a Guarda-Marinha. Em agosto do ano seguinte foi promovido a Segundo Tenente. Dois anos depois passou a Primeiro Tenente. Três anos mais tarde passaria a Capitão Tenente. Em 2005, chegava a Capitão de Corveta. Seis anos depois passou a Capitão de Fragata. E em agosto de 2016 chegou ao posto de Capitão de Mar e Guerra.

 

Nesse período participou de diversas comissões, entre elas o Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, que comandou o Navio-Patrulha “Guanabara” e o Navio-Auxiliar “Pará”, além de passar pelos comandos do 1º e 4º Distritos Naval, Comando-em-Chefe da Esquadra e a Escola Superior de Guerra.

 

 

Texto: Emerson Renon

Fotos: Michael Anderson

About the author

Related

WhatsApp chat