Deputados buscam alternativas para propor ao governo melhorias na mobilidade urbana

Deputados buscam alternativas para propor ao governo melhorias na mobilidade urbana

 

Seminários, workshops, palestras interativas e exposições de instrumentos de avanços e inovações de transportes fazem parte da programação da 32ª edição do Congresso de Ensino e Pesquisa em Transportes, promovido pela Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes (Anpet). As deputadas Aparecida Salomão (PSD), Janete Tavares (PPS), Raimunda Beirão (PMB) e o deputado Fabrício Furlan (PCdoB), membros da Comissão de Transportes e Obras Públicas (CTO) da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap), participam do evento com a intenção de buscar alternativas para a melhoria do segmento no Amapá.

 

“A nossa comissão veio conhecer as inovações implementadas em outros estados da federação e aproveitar para levar ao nosso estado, visando melhorias no setor de transportes. É de conhecimento de todos que vivem no Amapá que ainda temos muito que avançar quando o assunto é mobilidade urbana. E neste congresso são apresentadas diversas possibilidades de melhoramento”, explicou a presidente da CTO, deputada Aparecida Salomão. A parlamentar acrescentou que poucos municípios do estado trabalham com um Plano de Mobilidade Urbana, o que ocasiona o quesito trânsito num caos.

 

O congresso ocorre na Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs), na cidade de Gramado (RS), e reúne universitários, especialistas, pesquisadores e representantes de instituições políticas. “Neste encontro, a gente tem oportunidade de discutir novas pesquisas, aspectos que podem ser implementos para melhorar as novas políticas. Este é um bom evento para que os interessados na área consigam-se atualizar, aperfeiçoar e propor alternativas para amenizar e até findar os problemas”, explanou a presidente da Associação Nacional de Pesquisa e Ensino em Transportes, Helena Cybis.

 

A deputada estadual Janete Tavares disse que a atuação da Comissão de Transportes e Obras Públicas da Alap só é possível graças ao incentivo e autonomia dada pelo presidente da Casa, deputado Kaká Barbosa (PR). “Todo nosso trabalho de buscar e propor melhorias neste setor reflete diretamente na responsabilidade que a instituição tem de capacitar os deputados e seus servidores”, frisou. A deputada Raimunda Beirão ressaltou a importância desse incentivo da presidência do Parlamento e o que isso pode resultar nos trabalhos desenvolvidos pela CTO. “Nossas atividades só acontecem graças ao apoio do nosso presidente Kaká. Enquanto parlamentares, temos o dever de fiscalizar, cobrar do Executivo e elaborar preposições que ajudam na qualidade de vida da nossa gente. E este evento aqui são apresentadas alternativas que podemos implementar no Amapá”, ponderou a parlamentar.

 

Texto: David Diogo

Fotos: Gerson Barbosa

About the author

Related

WhatsApp chat