Feira empreendedora mostra resultados da educação empreendedora nas escolas municipais

 

A I Feira de Educação e Empreendedorismo da Educação de Jovens e Adultos (EJA) das escolas municipais da capital reuniu produtos de mais de 1,3 mil estudantes no estacionamento do Sebrae/AP, no sábado, 1º de dezembro. Os alunos apresentaram as produções feitas em sala de aula por meio de oficinas profissionalizantes, ministradas por professores, colaboradores e parceiros.

 

Idealizada no início do ano, a realização do evento oportunizou que os alunos praticassem o comércio, empreendedorismo e experimentassem o mercado de trabalho. “Estamos aqui para mostrar à comunidade amapaense que a educação do município de Macapá é realmente transformadora, uma ferramenta de cidadania e de oportunidades”, destacou Miguel Arcanjo, chefe da Divisão de Educação de Jovens e Adultos da Secretaria Municipal de Educação.

 

As produções foram das mais variadas possíveis, desde pinturas até tapetes de crochê. O talento de cada aluno deu muito orgulho aos professores, que também estavam juntos ajudando nas vendas. “Desenvolvemos esse trabalho com eles por intermédio de oficinas que ocorrem uma vez por mês e incentivam a produção em conjunto e oportunizam que eles aprendam algo novo, que pode servir também como ferramenta pedagógica”, disse a coordenadora pedagógica da Escola Neusona, Giovana Alberto.

 

Entre as produções, a barraquinha da Escola Odete Lopes chamou a atenção. Isso porque a instituição de ensino levou para o espaço as produções dos alunos indígenas, que expuseram a arte das suas aldeias no local. “A gente já fazia isso na aldeia, então acabamos trazendo para a escola, ensinando outros alunos. Já tínhamos vendido antes, mas é a primeira vez que estamos em um local como esse e está sendo muito bom”, contou a estudante Eulize Waiãna Apalai, 19 anos.

 

A feira durou o dia todo e logo no início da noite mais uma surpresa aconteceu no local. A aluna da Escola Neusona, Claudiane de Silva Melo, 18 anos, chegou com as suas três medalhas de ouro conquistadas nas Paraolimpíadas Escolares deste ano, que aconteceram em São Paulo. Além das medalhas, a estudante foi convidada para participar dos treinamentos do Comitê Paraolímpico Brasileiro, que treina atletas de destaque de todo o país.

 

“A Claudiane tem dado muito orgulho para nós da Semed, essa não é a primeira vez que ela participa das Paraolimpíadas Escolares, mas este ano o resultado dela foi tão impressionante que resultou neste convite. Pensamos em como ajudá-la e daremos a passagem de ida e volta dela para que possa participar dos treinos em São Paulo a partir do ano que vem”, destacou a secretária de Educação, Sandra Casimiro.

 

Claudiane foi ouro nas três categorias que disputou: 100m rasos, 400m rasos e arremesso de dardos. Ela e outro atleta da rede estadual de educação foram convidados devido ao desempenho muito positivo alcançado na competição. “Quando fiquei sabendo da proposta, estava alcançando a linha de chegada. Foi muita emoção, porque eu venci a corrida e logo em seguida recebi a proposta”, relatou a jovem.

About the author

Related

WhatsApp chat