Feminicídio é tema de audiência pública na ALAP nesta sexta-feira, 31

A Audiência Pública terá como tema “O Feminicídio no Amapá: um problema de todos nós”.
A Assembleia Legislativa do Amapá promoverá audiência pública para debater sobre o feminicídio no Estado. A audiência é solicitação do mandato da Deputada Cristina Almeida em virtude dos inúmeros e constantes casos de violência contra a mulher ocorridos recentemente.
Os números do feminicídio no Brasil são assustadores. Dados do Observatório Judicial de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher revela que 13 mulheres são assassinadas por seus companheiros todos os dias. Tema ainda desconhecido, o feminicídio trata-se do assassinato de uma mulher pelo simples fato de ser mulher, por motivos de ódio, desprezo ou pelo sentimento de perda de controle e da propriedade sobre as mulheres.
O evento será realizado no dia 31 de agosto, sexta-feira, a partir das 8h no Centro de Convenções Azevedo Picanço. Além do Legislativo, a audiência reunirá representantes do Poder Executivo e Judiciário com o intuito de discutir sobre os casos de feminicídio no âmbito estadual e sobre a construção de políticas que possam coibir e punir os casos de mortes de mulheres.
“Debater o feminicídio no Amapá é urgente. Não podemos nos calar diante de tantos casos que vitimam nossas mulheres como o caso da Rosenilda, da Dayse e mais recentemente da policial Emilly. Todos os poderes precisam dar uma resposta quanto a isso”, ressalta a deputada.
Audiência pública: “O Feminicídio no Amapá: um problema de todos nós”.
Data: 31 de agosto
Hora: 8h
Local: Plenário provisório da Assembleia Legislativa do Amapá – Centro de Convenções Azevedo Picanço.

About the author

Related

WhatsApp chat