POLÍCIA CIVIL PRENDE HOMEM QUE SE PASSAVA POR PRODUTOR DE CONCURSO DE BELEZA

O estelionatário conseguiu receber valores da vítima ao convencê-la que poderia ganhar o concurso se o contratasse para produzi-la.Por: Assessoria de Comunicação

 Foto: Polícia CivilEduardo de Castro, vulgo “Dudu”.

A Polícia Civil do Amapá, através do Núcleo de Operações de Inteligência (NOI) cumpriu mandado de prisão preventiva e prendeu nesta quinta-feira, 31, Eduardo de Castro, vulgo “Dudu”, de 23 anos de idade, pelo crime de estelionato (art. 171, CPB).

Em fevereiro de 2017, o investigado se fazendo passar por um integrante da organização do concurso de beleza denominado Miss Continente Brasil, realizado no Estado da Paraíba, obteve para si vantagem ilícita. Conseguiu convencer a vítima que teria muitas chances de vencer o concurso e foi contratado como seu produtor no desfile de beleza, recebendo a quantia de R$1.100,00 (um mil e cem reais), mediante a assinatura de recibo e na presença do namorado da mesma.

Após o pagamento do valor, durante um período, o acusado ainda dissimulou que estava trabalhando na produção da vítima para o concurso, mas logo após demonstrou desinteresse em manter as tratativas com ela, chegando ao ponto de bloqueá-la no aplicativo WhastApp. Ao perceber que foi enganada, a vítima procurou a delegacia para registrar o fato, onde foi realizada a investigação do estelionatário, que culminou com a sua prisão.

O acusado foi preso em uma vila de kit nets no bairro do Trem, sem apresentar resistência, sendo, posteriormente, encaminhado ao IAPEN, onde ficará à disposição da justiça.

About the author

Related

WhatsApp chat