Polícia Civil prende suspeitos de assassinato em Laranjal do Jari 

Polícia Civil prende suspeitos de assassinato em Laranjal do Jari

Dois maiores foram presos e dois menores apreendidos. Eles espancaram e esfaquearam um homem até a morte na madrugada de 28 de outubro durante bebedeira no bairro Sarney.

Delegado Estéfano e policiais civis cumpriram ordens judiciais
Dois homens foram presos e dois menores apreendidos nesta terça-feira (6) durante a ‘Operação Homicidas’, deflagrada pela Polícia Civil (PC) no município de Laranjal do Jari, distante 265 quilômetros da capital, Macapá.

Segundo o delegado Estéfano Santos, que comandou a operação, o objetivo foi dar cumprimento a três mandados de prisão preventiva e dois mandados de internação provisória. Os alvos da operação são investigados pelo assassinato de Francisco das Chagas Silva Martins, de 28 anos, morto no final do mês passado no bairro Sarney.

As investigações revelam que Chagas foi morto com golpes de arma branca. A identificação dos suspeitos foi dificultada, segundo a polícia, pelo fato de o crime ter ocorrido durante a madrugada em uma área isolada. Dos suspeitos envolvidos no crime, três são irmãos. A partir da colagem de informações a polícia conseguiu identificar algumas testemunhas que foram determinantes para elucidação do crime.

“Apuramos que na madrugada do assassinato houve um desentendimento entre vítima e suspeitos. Eles bebiam juntos e em determinado momento ocorreu uma discussão. Cinco pessoas, sendo três maiores e dois menores, passaram a espancar o rapaz que, inclusive, teve o nariz quebrado. Durante a agressão houve o esfaqueamento que culminou com a morte dele. Foi um trabalho árduo de levantamento de informações para, enfim, poder identificar os suspeitos. Todos confessaram envolvimento. Agora, vamos prosseguir com as investigações para concluir o inquérito”, afirmou o delegado.

Um quinto elemento que está com a prisão decretada permanece foragido.

Fonte JN

About the author

Related

WhatsApp chat