Prefeitura de Macapá faz limpeza após passagem da procissão do Círio 2018

 

Aproximadamente 200 mil pessoas estiveram presentes nas ruas da capital na manhã de domingo, 14, para acompanhar o Círio de Nazaré. O trabalho de limpeza realizado pela prefeitura da capital iniciou logo em seguida a saída da imagem da santa do Santuário de Fátima, no bairro Santa Rita, à igreja São José. Foram contabilizadas cerca 30 mil toneladas de lixo removidas das vias do percurso, que este ano receberam uma novidade, a lavagem com essência de lavanda.

 

Segundo o secretário de Manutenção Urbanística, Augusto Almeida, a novidade foi pensada para dar um sentimento de bem-estar aos moradores que residem ao longo do trajeto. “Utilizamos 80 mil litros de água, distribuídos em três carros pipas, dos quais um continha água aromatizada, que, além de dar um bom perfume ao ambiente, traz um sentimento de bem-estar”, explicou.

 

Além da lavagem no percurso da romaria, outra novidade foi a distribuição de sacolas e kits-car pelas equipes da secretaria. E para reforçar o serviço de limpeza dos mais de cinco quilômetros de extensão da rota do Círio na capital, 200 agentes de limpeza atuaram no trabalho de varrição, catação e lavagem. Para o gari Rosilvaldo Souza, o trabalho é feito com carinho e dedicação. “Nós nos preparamos para esse momento. É um trabalho coletivo, onde todos ajudam e, claro, esperamos pelo momento de poder garantir aquele almoço tradicional com o prefeito Clécio”, lembrou.

O prefeito de Macapá, Clécio Luís, falou sobre o avanço e os desafios no trabalho de limpeza no percurso do Círio. “Essa grande festa religiosa acontece e a limpeza vem logo atrás, mas o maior avanço será quando conseguirmos diminuir ou zerar a quantidade de lixo jogado na rua. Já começamos o trabalho e aos poucos as pessoas vão se conscientizando”, afirmou.

Trasladação

 

O trabalho de limpeza também foi feito após a trasladação da imagem da santa da catedral ao Santuário de Fátima, na noite do sábado, 13. Foram removidos 700 quilos de papel e 300 de descartáveis, como copos e garras PET. Todo material coletado foi encaminhado ao aterro sanitário de Macapá.

 

Amelline de Queiroz

 

 

Fotos: Gabriel Flores

About the author

Related

WhatsApp chat