Primeira agenda do governador em Brasília depois de reeleito define destinação de recursos

Foram definidos recursos nas áreas de educação, segurança pública, transporte e saúde, como o Hospital Universitário e Hospital Metropolitano.
Por: Maiara Pires .Colaboradores: Poliana Tavares

 

 Foto: Seab
A agenda seguiu nesta quarta-feira, 31, com discussões sobre emendas individuais

O governador Waldez Góes cumpriu nesta terça-feira, 30, sua primeira agenda em Brasília (DF) depois de reeleito para o quarto mandato nas Eleições Gerais de 2018. O compromisso foi com a bancada federal do Amapá com quem deu continuidade às discussões sobre emendas individuais e impositivas.

Foram definidos recursos nas áreas de saúde, educação, transporte e segurança pública. Na saúde, foram destinados R$ 100 milhões (via Ministério da Educação) para concluir e equipar o Hospital Universitário, que está sendo construído nas dependências da Universidade Federal do Amapá (Unifap), em Macapá, com articulação direta do governador Waldez Góes.

Outra obra da saúde contemplada com recursos de emendas foi o Hospital Metropolitano, com R$ 17 milhões. De responsabilidade da Prefeitura de Macapá, a obra está paralisada por falta de condições financeiras para arcar com os custos da construção e manutenção. Por conta disso, o Governo do Amapá entrou no processo para auxiliar politicamente na conclusão e captação de recursos para equipar a unidade, e, após esta fase, assumir a administração do hospital.

Em 2017, foi assinado um Termo de Convênio na Justiça Federal entre o Estado e a Prefeitura de Macapá definindo atribuições aos entes municipal, estadual e federal. A princípio a unidade deverá ser usada para dar suporte às especialidades de neurocirurgia e trauma, desafogando, sobretudo, a fila de cirurgias eletivas do Hospital de Emergência (HE) e do Hospital de Clínicas Dr. Alberto Lima (Hcal).

“Estamos fazendo a nossa parte articulando politicamente esses recursos para ajudar o Município de Macapá a dar andamento nessa obra tão importante para o povo amapaense”, ressaltou Waldez Góes.

Na área de transportes, foram destinados R$ 25 milhões para a pavimentação do trecho norte da BR-156 (via Ministério dos Transportes) e R$ 8 milhões para a Prefeitura de Laranjal do Jari tocar a construção da ponte sobre o Rio Jari, no Sul do Amapá. E, ainda, R$ 1 milhão para a segurança pública.

Já na área da educação, foram destinados R$ 18 milhões para o Governo do Amapá reformar unidades educacionais da rede estadual. A agenda seguiu nesta quarta-feira, 31, com discussões sobre as emendas individuais que será acompanhada pela Secretaria Extraordinária de Representação do Governo do Amapá em Brasília (Seab).

About the author

Related

WhatsApp chat