Walkíria Lima: Amapá inaugura um dos maiores centros de música do país

Espaço possui cinco pavimentos e capacidade para atender mais de 2 mil alunos. Prédio foi construído pelo governo com recursos próprios e captados no BNDES.

 Foto: Maksuel Martins / Secom
Governador Waldez Góes frisou que nova estrutura irá potencializar os talentos do Amapá

Centenas de pessoas assistiram a apresentações artísticas e culturais que marcaram a inauguração do novo prédio do Centro de Educação Profissional de Música Walkíria Lima, nesta quinta-feira, 5. A solenidade aconteceu na rua Eliezer Levy, em frente ao novo espaço. O público assistiu apresentações das orquestras do projeto social Agnus Dei; do Curso de Música da Universidade do Estado do Amapá (Ueap) e do Centro Walkíria Lima, que também apresentou o Coro Lírico e o Coro Oscar Santos.

Entre o público presente estavam autoridades, alunos e professores do centro, segmentos culturais, como integrantes da Academia Amapaense de Letras e familiares de Walkíria Lima, professora que dá nome à instituição. Os familiares foram homenageados durante a solenidade de inauguração. Houve também homenagens aos alunos e operários que trabalharam na construção do novo prédio.

Familiares de Walkíria Lima foram homenageados na solenidade de inauguração

Ao entregar a obra, o governador Waldez Góes, frisou que o novo espaço valoriza a cultura, a música e a arte amapaense e que gera oportunidades aos talentos locais. “Aqui no Amapá nós temos uma diversidade muito forte. Temos a cultura negra, a dos ribeirinhos, a dos indígenas e toda essa riqueza se reflete em nossa música. Agora temos um ambiente adequado às necessidades de um ensino de referência, semelhante aos grandes centros de música do país”, enfatizou.

Góes também acrescentou que o objetivo é levar o ensino da música para outras regiões do estado. “Estamos com planejamento e execução do espaço garantido para implantar também o Centro Walkiria Lima, em Santana”, anunciou. Ele também disse que o governo estuda ampliar o ensino da música através do Programa MedioTec, executado pelo Governo do Amapá, em parceria com o Ministério da Educação.

A secretária de Estado da Educação (Seed), Goreth Sousa, explicou que partir de 2019, o Centro de Música também deverá expandir o Projeto de Educação Musical para crianças com idade a partir dos 7 anos. Atualmente, ele é ofertado para alunos, a partir dos 10 anos.

Estrutura

Com cinco pavimentos, o prédio é moderno, amplo, acessível com capacidade para atender mais de 2 mil alunos – antes da inauguração era de 600. O novo espaço possui 44 salas de aula para estudos teóricos, coletivos e de prática individualizada, elas foram projetadas conforme as especificidades necessárias ao ensino de cada instrumento.

No primeiro andar está o auditório com capacidade para 266 pessoas sentadas e 6 cadeirantes com acompanhantes. No segundo andar estão as salas administrativas, além de laboratório de informática e biblioteca com acervo voltado ao cenário musical. O terceiro e o quarto andar possuem as salas de aula.

Investimentos

Com a inauguração, o Governo do Amapá passa a economizar R$ 29,5 mil, mensalmente, que eram gastos com o prédio alugado pelo Executivo estadual – um espaço que possui metade do número atual de salas de aula e atendia somente 600 alunos.

O investimento na obra foi de R$ 7,8 milhões, sendo R$ 1,3 milhão de recursos do tesouro estadual e R$ 6,5 milhões captados pelo Governo do Amapá no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A ordem de serviço foi dada em janeiro de 2016, contudo, a aprovação do apoio financeiro pleiteado pelo governo ao BNDES ocorreu em agosto de 2017. Enquanto o recurso era aprovado, a obra foi tocada com recursos próprios durante um ano e oito meses.

O espaço é administrado pela Secretaria de Estado da Educação (Seed) que investiu R$ 1,4 milhão em mobiliários e instrumentos musicais.

Cursos

Entre os cursos ofertados pelo Walkiria Lima, há os técnicos que são destinados exclusivamente aos estudantes matriculados no ensino médio, com idade mínima de 15 anos.  A instituição disponibiliza, ainda, dez cursos livres – abertos para toda a comunidade-, a idade mínima é de 10 anos. Há, também, cursos de formação é possível em clarinete, piano, flauta doce, violoncelo, violão popular e canto lírico.

A diretora do Centro Walkiria Lima, Maria do Socorro Loureiro, explicou que além dos atuais cursos, o objetivo é ampliar os projetos. Um deles leva o ensino musical a jovens e adultos a partir de 18 anos, na linha de formação violão. “A ideia é que estas aulas sejam ofertadas no período noturno oferecendo oportunidades para quem trabalha durante o dia”, frisou.

O Centro de Música possui atualmente 85 funcionários, dos quais 55 são professores. Além de recurso para merenda, a Seed repassa R$ 5 mil mensal para manutenção. Com a mudança para o novo prédio, esse repasse será triplicado, totalizando R$ 15 mil, por mês, só para manutenção.

Histórico

A instituição foi criada em 1952 como Conservatório Amapaense de Música (CAM), no governo do Território Federal do Amapá, inicialmente eram 33 alunos. Em 1983, foi denominada Escola de Música Walkíria Lima. Foi transformada em Centro de Educação Profissional de Música Walkíria Lima, no ano de 2007, no segundo mandato de Waldez Góes como governador.

Walkíria Lima

Walkíria Ferreira Lima foi uma professora amazonense que dedicou boa parte da vida à música amapaense. Ela era apaixonada pela música e, aos 10 anos, começou a tocar piano. Na década de 1950, Walkiria chegou ao Amapá onde lecionou canto orfeônico nas escolas da rede.

Mais tarde, na década de 60 se tornou a primeira professora de piano do então Conservatório de Música, que mais tarde receberia o nome da professora Walkíria Lima. A professora também foi uma das fundadoras da Academia de Letras do Amapá – onde sua cadeira é a de número 40.

Walkíria Lima foi casada com Isnard Brandão Lima, com quem teve um filho: Irnad Brandão Lima Filho. Ela tem 3 netos e 7 bisnetos. A professora faleceu em 1979.

GALERIA DE FOTOS
 Créditos:Maksuel Martins, José Baia e Netto Lacerda/Secom

About the author

Related