1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Laranjal do Jari condena réu a 12 anos de prisão por homicídio com arma branca

0
19

jurilaranjacondena 1

Cumprindo agenda do Mês Nacional de Julgamentos de Crimes Dolosos Contra a Vida, a 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Laranjal realizou o sexto Júri do mês nesta segunda-feira (12), relativo ao processo de nº 0002779-16.2018.8.03.0008. Presidido pela juíza Marina Lorena Lustosa Vidal, o Tribunal, por meio de decisão do Conselho de Sentença, condenou Jhon Bryan Barbosa de Oliveira a 12 anos, com pena privativa de liberdade, por homicídio. No julgamento atuaram o defensor público Valdemir Marvulle e a promotora de Justiça Samile Simões Alcolumbre de Brito.

jurilaranjacondena 2

A Carta Guia de Execução Provisória foi encaminhada à Vara de Execuções Penais da Comarca de Macapá, para que seja cumprida a sentença. O réu tem 19 anos, é natural do município de Almeirim-PA e encontrava-se cumprindo prisão preventiva no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (IAPEN), desde o dia 11 de outubro deste ano.

Os integrantes do Conselho de Sentença decidiram condenar o réu como incurso nas sanções do art. 121, § 2º, II, do Código Penal Brasileiro. Na dosimetria penal, apenas uma qualificadora foi aplicada pela juíza, ficando a pena-base acima do mínimo legal. Escreveu a magistrada em sua sentença, “as circunstâncias judiciais do art. 59 do CP não vão além daquilo que se tem como normal, inerente ao tipo penal em análise, afora a culpabilidade, a meu ver, deveras reprovável, à vista da quantidade de facadas desferidas contra a vítima, isso sem contar as circunstâncias do delito, a noite, em local ermo, sem chance de defesa”.

jurilaranjacondena 3

Diante disso, a juíza fixou a pena-base em 14 (quatorze) anos de reclusão, diminuída para 12 anos considerando a confissão e o fato de ser menor de 21 anos. A sanção deverá ser cumprida em regime inicialmente fechado. “Trata-se de delito de extrema gravidade. Não bastasse, o réu ficou foragido inicialmente, até que fosse segregado por força de decisão judicial, obstacularizando a aplicação da lei penal, daí porque sua segregação preventiva é de rigor”, enfatizou a magistrada.


Warning: require(/home/storage/d/5f/28/correioamapaense4/public_html/wp-content/plugins/td-standard-pack/Newspaper): failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/d/5f/28/correioamapaense4/public_html/wp-includes/comment-template.php on line 1532

Fatal error: require(): Failed opening required '/home/storage/d/5f/28/correioamapaense4/public_html/wp-content/plugins/td-standard-pack/Newspaper/' (include_path='.:/usr/share/pear7:/usr/share/php7') in /home/storage/d/5f/28/correioamapaense4/public_html/wp-includes/comment-template.php on line 1532
Erro › WordPress

Há um erro crítico no seu site.

Aprenda mais sobre depuração no WordPress.