Ação do Procon permite rematrícula em duas faculdades de Macapá mesmo com atraso em mensalidades

0
26
Decisão judicial amplia liminar que possibilita aos alunos a não cobrança de multas e juros por três meses. Medida vale para débitos no período de pandemia

 

 Foto: Divulgação/Procon

A atuação do Instituto de Defesa do Consumidor (Procon) permitiu que alunos de duas faculdades de Macapá possam efetivar rematrícula para o segundo semestre do ano letivo, mesmo sem ter quitado o pagamento das mensalidades nos meses de abril, maio e junho, período de pandemia da covid-19.

A decisão judicial que garante a medida foi publicada pela Justiça do Amapá nesta segunda-feira, 29, atendendo um pedido de reconsideração de uma Ação Civil Pública do Procon. A nova medida amplia uma liminar, divulgada em 23 de junho, que garante aos alunos a não cobrança de multas e juros durante os três meses.

es

Na nova decisão, a Justiça do Amapá determina que os estabelecimentos têm 48 horas para se manifestarem sobre o pedido, apresentando, inclusive, proposta para redução do preço das mensalidades nos três meses indicados.

Como denunciar?
Caso o consumidor se sinta lesado denúncias podem ser registradas através do 151 / 3312-1021 ou  das redes sociais do Procon  (Facebook e Instagram).

Por: Lourenna Carvalho