Amapá terá política de crédito para cooperativas e associações que trabalham na coleta e reciclagem do lixo

0
29

15

 

 

 

 

 

 

A Comissão de Constituição, Justiça, Redação e Cidadania (CJR) da Assembleia Legislativa do Amapá (Alap) aprecia o Projeto de Lei 023/18, de a

 

utoria do deputado Pedro DaLua (PSC), que institui a Política Estadual de Crédito para Cooperativas e Associações Especializadas em Reciclagem de Materiais Obtidos no Lixo ou em programas de coleta seletiva, em todos os estágios necessários para que cheguem desonerados às indústrias de reciclagem.

O objetivo da iniciativa é promover a concessão de crédito diferenciado para associações e cooperativas especializadas em reciclagem visando tornar economicamente mais atrativa a atividade de reciclar, uma vez que o trabalho dessas empresas é fundamental para o desenvolvimento sustentável do país.
A reciclagem visa o reaproveitamento de materiais como matéria-prima para a confecção de um novo produto. Muitos materiais podem ser reciclados e os exemplos mais comuns são o papel, o vidro, os metais, como alumínio e aço e os diferentes tipos de plástico.

Apesar de todas essas vantagens, o custo da reciclagem no Amapá ainda é alto, o que torna a atividade inviável para a maioria dos interessados. Por isso, que se faz necessário criar linhas de crédito especiais para fomentar o setor, que, além de estimular a economia, gera empregos e renda, com impactos positivos social e ambientalmente.