Ausência da Defesa adia julgamento de PM acusado de matar servidor do Judiciário – Correio Amapaense

Ausência da Defesa adia julgamento de PM acusado de matar servidor do Judiciário

04.05.2018 JULGAMENTO ADIADO 01104.05.2018 JULGAMENTO ADIADO 019

O julgamento do Sargento da Polícia Militar do Amapá, Abraão Jardim Machado, marcado para esta sexta-feira (4), foi adiado devido à ausência dos advogados de defesa. O réu responde pelo homicídio do servidor da Justiça Gerson Martins Rodrigues, ocorrido em 2016.

O juiz substituto Roberval Pacheco, à frente da audiência de julgamento, justificou o adiamento com base na entrega tardia das petições da defesa.

“Intimamos o réu para que dentro do prazo de dez dias apresente novo advogado. Caso não o faça, comunicaremos à Defensoria Pública para defendê-lo”, afirmou.

O Ministério Público do Amapá, no ato representado pelo promotor de Justiça Iaci Pelaes, lamentou o adiamento da sessão.

“A defesa do réu recebeu a notícia com bastante antecedência, mas no dia do julgamento os três advogados não compareceram para dar uma satisfação à sociedade. O Judiciário preparou toda a estrutura necessária para a realização deste júri”, lamentou o promotor

.04.05.2018 JULGAMENTO ADIADO 016

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION