Casa Blog

EM MACAPÁ, POLÍCIA CIVIL APREENDE 500 GRAMAS DE MACONHA APÓS DENÚNCIA REALIZADA ATRAVÉS DO FACEBOOK

0
Por: Assessoria de Comunicação PC-AP

 

 Foto: Polícia Civil

Nesta segunda-feira, 25, a Polícia Civil do Amapá, por meio da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes, apreendeu cerca de 500 gramas de maconha.
De acordo com o Delegado Vladson Nascimento, a apreensão aconteceu após uma denúncia realizada através da página do Facebook da Polícia Civil.
“Recebemos uma denúncia informando a localização da droga. Apreendemos a droga em uma residência localizada no bairro Cidade Nova, na zona leste de Macapá. Ninguém foi preso no local”, destacou o Delegado.
O Delegado ressaltou ainda que a participação da sociedade no combate ao tráfico de drogas tem sido muito importante, pois tem colaborado com o trabalho da DTE. As denúncias anônimas podem ser realizadas através do número (96) 98141-4161.

Prorrogação do Auxílio Emergencial pode ter novo valor e menos beneficiários

0
De acordo com recentes declarações do deputado Arthur Lira do PP-AL, que atualmente é candidato à presidência da Câmara, para que uma nova prorrogação do auxílio emergencial possa acontecer a base de beneficiários do programa precisa ser enxugada. Arthur Lira é líder do Centrão e conta com o apoio do presidente Jair Bolsonaro na disputa pela presidência da Câmara.
Além do deputado, o ministro da Economia Paulo Guedes junto a sua equipe técnica também admitem uma possível volta do auxílio emergencial. Contudo, essa deve ser uma das “ultimas alternativas”.
Segundo um dos auxiliares de Guedes, o benefício emergencial foi dada aos brasileiros para que “não morressem de fome enquanto permaneciam em casa”, contudo, Guedes diz que “os taxistas estão nas ruas, as cidades estão movimentadas”. E complementou informando que “tem até baile funk acontecendo. Não vamos dar dinheiro para as pessoas irem para o baile funk”.
No ano passado o ministro já havia declarado que em caso de uma eminente segunda onda da pandemia, apesar de não ser uma das alternativas do governo, uma nova prorrogação do auxílio emergencial seria inevitável.
Novo valor
Parte da ala parlamentar defende a prorrogação do auxílio emergencial, inclusive a ao menos cinco projetos de lei que pedem uma nova prorrogação do benefício, bem como o pagamento de parcelas de R$ 600.
Contudo a previsão para que uma nova prorrogação do benefício possa acontecer é encontrar uma fonte de renda para que seja possível custear o pagamento das novas parcelas. Somente em 2020 o governo já teve um gasto de R$ 700 bilhões com medidas de contenção à pandemia.

EM MAZAGÃO, POLÍCIA CIVIL PRENDE HOMEM CONDENADO PELOS CRIMES DE LATROCÍNIO E FURTO

0

Nessa sexta-feira, 22, a Polícia Civil do Amapá, por meio da Delegacia de Polícia de Mazagão, com o apoio da Divisão de Capturas, prendeu um homem de 29 anos de idade, condenado pelos crimes de latrocínio e furto.

De acordo com o Delegado Anderson Ramos, o homem, que foi preso em uma oficina mecânica localizada em Mazagão, somente pelo crime de latrocínio, foi condenado a 21 anos de reclusão.

“No ano de 2010, ele matou a vítima com golpes de faca para subtrair uma moto, sendo condenado por esse latrocínio. Além disso, ele possui condenação transitada em julgado pela prática do crime de furto. Atualmente, ele estava no regime semiaberto e teve o mandado de prisão expedido por descumprimento reiterado das condições de monitoração eletrônica”, explicou o Delegado.

O preso foi encaminhado ao Iapen.

Por: Assessoria de Comunicação

 

 Foto: Polícia Civil

MP-AP instaura​ Inquérito Civil para apurar se agente público teria infringido ordem de prioridade de vacinação

0

 

Promotoria de Justiça de Pedra BrancaO Ministério Público do Amapá (MP-AP), por meio da Promotoria de Justiça de Pedra Branca do Amapari, instaurou, nesta quinta-feira (21), o Inquérito Civil nº 0000001/2021-PJPBA, para apurar se o secretário de Saúde do Município de Serra do Navio, Randolph Antônio Pinheiro da Silva, se beneficiou do cargo para receber a vacina contra a Covid-19, em detrimento de profissionais de saúde constantes do Plano Nacional e Estadual de Vacinação.

A ação também tem o objetivo de apurar se a esposa do gestor recebeu indevidamente a imunização, já que circulam fotos nas redes sociais e publicações na imprensa sobre o suposto fato.

Se for constatado o ilícito, o caso poderá configurar ato de improbidade, além de crime do artigo 268 do Código Penal, que prevê a responsabilização criminal daquele que pratica infração de medida sanitária preventiva.

Na primeira etapa da vacinação, em todo o país, somente profissionais de saúde da linha de frente de combate à Covid-19 têm direito a receber o imunizante.

A ação do MP-AP está embasada na Lei Federal nº 8.429/92, que disciplina que os agentes públicos de qualquer nível ou hierarquia são obrigados a velar pela estrita observância dos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade no trato dos assuntos que lhe são afetos.

O Inquérito foi instaurado pela titular do MP-AP na cidade, promotora de Justiça Thaysa Assum de Moraes. A representante do MP-AP enviou ofício para que o secretário municipal se manifeste no prazo de 48 horas e encaminhe nome, critério e qualificação de cada pessoa vacinada no município até momento.

“É notória a insuficiência das doses da vacina da Covid- 19 para imunização da população como um todo e por isso as autoridades públicas instituíram a ordem de prioridades. Caso sejam constatados os fatos noticiados, o Ministério Público velará pela restauração da legalidade e responsabilização dos envolvidos”, frisou a promotora.

Covid-19: Santana atinge nível roxo e MP-AP cobra medidas mais rigorosas para restringir a circulação de pessoas

0

 

Em Ação Civil Pública (ACP), ingressada na última quinta-feira (22), com pedido de tutela de urgência, a Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, da Cidadania e do Consumidor da Comarca de Santana, cobra do poder público municipal que adote medidas mais rigorosas de restrição das atividades não essenciais e de circulação de pessoas, considerando que a cidade atingiu nível ROXO no último boletim epidemiológico, ou seja, risco muito alto de contágio pelo novo coronavírus.

Na ação, a promotora de Justiça Gisa Veiga apresenta os dados emitidos pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COESP), demonstrando que a cidade de Santana atingiu um nível crítico de transmissibilidade da Covid-19, de ocupação de leitos e elevação dos óbitos pela propagação da doença. Esse quadro, conforme orientação técnica, impõe o recrudescimento das restrições para circulação de pessoas e atividades econômicas não essenciais.

Diante da pandemia, o MP-AP relembra que os gestores devem adotar as medidas restritivas indicadas em documento oficial técnico e científico. Nesse sentido, o que se observa em Santana é que, embora as medidas adotadas pelo município limitem as atividades econômicas não essenciais até as 22:00 e suspenda atividades de boates e afins, ainda não são consideradas suficientes para conter o alto risco do contágio.

Caso não adote as medidas necessárias, a situação do município pode levar a um possível colapso do sistema de saúde de todo o estado, já que os casos graves e gravíssimos da Covid-19 de Santana são encaminhados para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário da Universidade Federal do Amapá (Unifap).

Classificação Roxa – Alto risco de contágio

Desse modo, a não adoção pelo Município de Santana das providências indicadas pelo Comitê Técnico Cientifico da COESP, é omissão que traduz em ilegalidade, pois ainda que se entenda que o poder local tenha atribuição para disciplinar suas medidas específicas de isolamento social, existem circunstâncias de saúde pública INDISPONÍVEIS, que ultrapassam o âmbito de discricionariedade do município, reforça o MP-AP em outro trecho da ação.

“Importante ressaltar ainda que, o crescimento do número de novos casos é exponencial e que, embora haja enorme preocupação com a economia e a preservação de empregos – como a todo momento se vê nos noticiários locais, nacionais e internacionais –, estes não podem se sobrepor ao direito à vida, que neste momento exige medidas mais restritivas à circulação de pessoas”, reforça a promotora.

POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA A “OPERAÇÃO CAMALEÃO”

0
POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA A “OPERAÇÃO CAMALEÃO” E PRENDE 7 PESSOAS INVESTIGADAS POR REALIZAREM VENDAS FRAUDULENTAS DE LOTES E TERRENOS EM MACAPÁ

 Foto: Polícia Civil

Na manhã dessa sexta-feira, 22, a Polícia Civil do Amapá, por meio da 2ª Delegacia de Polícia da Capital, deflagrou a “Operação Camaleão” com o objetivo de cumprir 10 mandados de prisões em desfavor de uma organização criminosa que vem cometendo crimes de estelionato em Macapá.
Durante a ação, que foi coordenada pelos Delegados Manoel Pacheco e Antônio Pedro, 7 pessoas foram presas, sendo, 4 em Macapá, 1 em Santana, 1 em Laranjal do Jari e 1 em Santarém, no estado do Pará.
De acordo com os Delegados, as investigações demonstram que os integrantes dessa organização agem através de vendas fraudulentas de lotes e terrenos em várias regiões de Macapá.
“As vítimas são atraídas por meio de anúncios em redes sociais e aplicativos de compra e venda, que realizam pagamentos pensando estarem adquirindo bens imóveis de forma lícita. Estima-se que os criminosos, utilizando nomes e documentos falsos, tenham auferido cerca de $ 1.000.000 (um milhão de reais) em vantagens ilícitas e transferências bancárias realizadas por mais de 20 vítimas”, destacou o Delegado Manoel Pacheco.
Para o Delegado Antônio Pedro, é importante que as vítimas denunciem e faz um alerta.
“Estamos investigando cerca de 30 pessoas pelos crimes de organização criminosa e estelionato. A operação de hoje foi apenas o início das prisões. As vítimas que ainda não registraram um boletim de ocorrência, devem procurar uma Delegacia. À sociedade em geral, deixamos um alerta para que desconfiem de ofertas muito vantajosas, exijam notas fiscais de produtos e procurem confirmar a legalidade do que se está adquirindo, para não se tornarem vítimas de estelionatários”, disse o Delegado.
A ação contou com o apoio de outras Delegacias da Capital, de Delegacias Especializadas, da Divisão de Capturas, da Delegacia de Vitória do Jari e do Núcleo de Apoio à Investigação do Baixo e Médio Amazonas em Santarém/PA.
A operação foi batizada como “Camaleão”, uma vez que esse animal consegue se camuflar, o que se assemelha à conduta dos investigados.

IMAGENS RELACIONADAS
+ Notícias mais lidas
 ter, 18 ago 20 – 09:35h –  31250
EM PORTO GRANDE, POLÍCIA CIVIL PRENDE CASAL QUE PLANTAVA MACONHA EM CASA
 qui, 01 dez 16 – 09:20h –  13587
Telefones Polícia Civil
 sáb, 07 jul 18 – 22:22h –  12861
NOTA DE ESCLARECIMENTO
 qui, 14 mar 19 – 16:00h –  11802
POLÍCIA CIVIL DO AMAPÁ LOCALIZA O PROPRIETÁRIO DA EMPRESA ELETROMOTOS E EFETUA SUA PRISÃO JUNTAMENTE COM A POLÍCIA CIVIL DO MARANHÃO
 sáb, 30 jun 18 – 11:33h –  10802
Polícia Civil cumpre mandado de prisão de uma ex-gerente de Hotel de Macapá acusada de desviar cerca de 500 mil reais

+ ler todas

NEWSLETTER

MALACOS ASSALTAM NO BAIRRO ZERÃO, FOI POR POUCO ASSISTAM

0

GRITA GERAL

Divulga aí Correio

Tentativa de assalto avenida inspetor Orlando dias
perdeu foi a sandalia dele o burro😂😂 era pra ter caido da moto e engatado a mão ou a perna no raio 😂
Aqui no zerão

APÓS PRATICAR ROUBO, HOMEM MORRE AO CONFRONTAR EQUIPE DO 6°BPM

0
Na tarde desta quarta-feira (20), uma guarnição do 6° BPM estava em patrulhamento, quando foi acionada pelo CIODES para atender uma ocorrência de Roubo a Mão Armada.
Segundo a Vítima, um indivíduo solicitou o serviço de mototaxi com o destino à linha E do Marabaixo IV. Chegando às proximidades do local, o indivíduo anunciou o assalto de posse de uma arma de fogo.
A vítima informou ainda ao CIODES, que após ter a motocicleta subtraída, solicitou apoio de um popular e seguiram o infrator até o Bairro Nova Esperança.
As informações foram repassadas à equipe do 6° BPM, que imediatamente se dirigiram
ao local da ocorrência. O indivíduo ao avistar a viatura tentou empreender fuga, momento este, iniciou-se o acompanhamento tático. Porém o motociclista em fuga perdeu o equilíbrio e bateu na calçada e efetuou disparo contra equipe. Ainda ao tentar transpor um muro, empenhou novos disparos contra a equipe. Na tentativa de conter a injusta agressão os policiais efetuaram disparos em legítima defesa.
O infrator mesmo alvejado tentou adentrar em uma residência na possibilidade de fazer reféns. Vindo a cair enfrente a residência.
Diante das circunstâncias, a equipe solicitou o apoio médico do SAMU, visto que o infrator encontrava- se ferido, porém constatou-se o óbito. Após a chegada da POLITEC, os militares conduziram a vítima, testemunhas e a motocicleta com a pistola ( cal 38, com 03 munições intactas e 01 deflagrada), no Ciosp do Pacoval para as providências necessárias.

MALACOS ASSALTAM MULHER NO PACOVAL

0

GRITA GERAL

A minha esposa foi assaltada hoje pela tarde na Av Pernambuco no pacoval , levaram a sua bolça com todos os documentos um valor em dinheiro e o celular. fasso um apelo à todos se tiverem alguma informação sobre esses vagabundos que por favor passe informação . e pedir se alguém encontra os documentos dele por aí jogado q entre em contato . desde já agradeço.

IDOSO É AGREDIDO NO MARABAIXO ASSISTAM

0

 

 

Correio mostra ai, esse senhor foi agredido com um terçado, o agressor vende peixe aqui no lado do terminal de ônibus do Marabaixo, alegam  que ele não tem  autorização pra vender peixe aqui porque isso é área do terminal de ônibus.
Denúncia 
Esse samurai que apanha e morador de rua , já vir várias vezes ele atacando pessoas na rua , de tanto ficar na rua ficou doente , já esse gordão AE vende peixe no terminal , o cara sabendo que o outro e morador de rua e não bate bem da cabeça não era pra nem da ideia pra ele deixa ele quietinho no canto dele , agora se fudeu..

Peixe Boi encontrado no Perpétuo Socorro é amamentado I assistam

0

 

Peixe boi foi encontrado na feira do pescado, ele estava sendo vendido, no bairro Perpétuo Socorro….

REDES SOCIAIS

115,327SeguidoresCurtir
5,358SeguidoresSeguir
668AssinantesAssinar