BOTAFOGO É CAMPEÃO!!!

0
17

Foi com sofrimento. O Botafogo venceu o Vasco por 1 a 0 na tarde deste domingo, no Maracanã, com gol nos acréscimos e, na decisão por pênaltis, conquistou o título carioca de 2018.

O jogo começou muito nervoso, pegado e travado por causa dos muitos erros de passe e das faltas cometidas. A primeira finalização foi sair aos 21 minutos de jogo. Matheus Fernandes arriscou de fora da área, Galhardo tirou, os jogadores do Botafogo ficaram pedindo pênalti e Luiz Fernando pegou a sobra, mandando para fora, com pergigo. Aos 25, a primira, e mais clara, chance do Vasco. Henrique roubou bola na intermediária ofensiva, Evander tocou para Pikachu, que bateu de longe. Gatito soltou a bola para o meio da área e Riascos não conseguiu aproveitar o rebote.

Aos 34, outra boa chance para o cruzmaltino. Henrique cruzou da esquerda, Pikachu entrou na área e completou de direita, mas a bola saiu por cima do gol de Gatito. Dois minutos depois, o lateral Fabrício cravou as travas da chuteira na perna de Luiz Fernando e levou o cartão vermelho direto. O camisa 11 alvinegro, aos prantos, teve que ser substituído por Rodrigo Pimpão. De acordo com o departamento médico do clube, há suspeita de fratura na perna do atacante.

RELACIONADO
Reta final rende mais de meio milhão de prejuízo aos clubes

Para a etapa final, Valentim queimou as duas alterações que lhe restavam na volta do intervalo. Moisés, sentindo lesão deixou o jogo para a entrada de Gilson e Kieza entrou no lugar de Marcelo. E foi de Kieza a grande chance do começo do segundo tempo. O atacante aproveitou saída atabalhoada de Martín Silva e cabeceou por cima do goleiro uruguaio, mas a zaga vascaína fez o corte.

Aos 11, polêmica. Joel Carli foi agarrado na área por Rafael Galhardo, mas o árbitro mandou seguir. Na sequência, Renatinho bateu forte para boa defesa de Martín Silva. Pouco depois, a resposta vascaína. Yago Pikachu foi lançado e derrubado quase na linha da área. O próprio camisa 22 cobrou a falta, que passou à esquerda do gol de Gatito. Com um a mais e precisando da vitória para, pelo menos, levar a decisão para os pênaltis, o Botafogo foi para cima. Aos 21, Martín Silva fez mais uma boa defesa em cabeçada de Brenner.

No desespero, o alvinegro partiu para o abafa, cruzando bolas na área vascaína de tudo que era jeito. Nos minutos finais, até o argentino Joel Carli virou atacante. Para complicar a situação do Botafogo, o chileno Leo Valencia recebeu o segundo cartão amarelo nos acréscimos e foi expulso. Mas, seguindo a tradição dos gols nos acréscimos nesse Carioca, aos 49, num bate-rebate na área, a bola sobrou para Carli, que marcou o gol que levou a disputa para os pênaltis.

Nas penalidades, Martín pegou a cobrança de Pimpão, enquanto Gatito defendeu as de Werley e Henrique e deu o título ao Botafogo.

Com a conquista, o Botafogo chegou ao 21º título estadual, encerrando um jejum de 21 anos sem vencer o Vasco em decisões do Carioca.