CEO atendeu mais de 6 mil pacientes nos primeiros cinco meses de 2018

0
1
Centro de Especialidades de Odontológicas (CEO) garante uma assistência de qualidade e humanizada para a população amapaense.

 

 Foto: Márcio Pinheiro
Centro possui duas unidades de atendimento que possibilitam a ampliação de serviços e conforto para os usuários

As duas unidades do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), vinculadas à Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), realizaram 6.785 atendimentos, entre janeiro e maio deste ano, através de consultas ambulatoriais aos pacientes encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), além de 164 pessoas que receberam atendimentos de emergência. Durante este período foram contabilizados 25.752 procedimentos, entre restauração, extração, raspagem subgengival, tratamento endodôntico (canal), entre outros procedimentos de baixa e alta complexidade.

Para oferecer mais conforto e ampliar os atendimentos odontológicos para a população, o Governo do Amapá realizou reformas nas duas unidades, com pintura, manutenção de equipamentos, reparos estruturais, e aumentou de 10 para 23 o número de cadeiras odontológicas. O CEO localizado no bairro Jesus de Nazaré foi inaugurado em novembro de 2017, e a unidade situada no bairro Central foi entregue em janeiro deste ano.

A paciente Jessica Marinho iniciou o tratamento odontológico no dia 20 de maio, depois de ser encaminhada pela UBS, devido sentir dores e sensibilidade na hora de mastigar. “O atendimento aqui no CEO é de alta qualidade. Pude realizar raio x dos meus dentes e iniciar um tratamento de canal, além de fazer limpeza e extração. É muito importante para a população que o governo invista em mais atendimentos especializados como este”, declara Jessica.

Os investimentos feitos pelo governo nos serviços odontológicos garantem uma assistência de qualidade e humanizada para a população que busca pelo serviço especializado. Em 2017, o CEO contabilizou 35.435 atendimentos, já neste ano, com as adaptações feitas nas duas unidades, a expectativa é que o número de atendimentos seja dobrado.

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui