Para impulsionar inovação e pesquisa, Temer assina marco da ciência e tecnologia

0
2

Para impulsionar inovação e pesquisa, Temer assina marco da ciência e tecnologia

Ciência e Tecnologia

Decreto presidencial simplifica atividades no País, além de aumentar transparência na relação com o setor empresarial
por PlanaltoPublicado: 08/02/2018 19h47Última modificação: 09/02/2018 06h06
Arquivo EBC

Pesquisa

O presidente da República, Michel Temer, assinou nesta quinta-feira (8) decreto que regulamenta o Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação. Com regras claras e o incentivo à interação com o setor privado, o setor de ciência e pesquisa no Brasil receberá um novo impulso.

Entre os principais pontos da medida está a desburocratização de atividades relacionadas à pesquisa e inovação, assim como a criação de mecanismos para integrar instituições científicas e tecnológicas no Brasil. A expectativa é que essa facilitação se traduza em mais transparência e segurança jurídica para a realização de convênios que promovam a pesquisa pública.

Melhor relação

De acordo com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o marco legal resultará em benefícios como a internacionalização dos centros de pesquisa, o aumento da interação delas com o setor produtivo, mais instrumentos de financiamentos à inovação, incentivo à importação de bens e insumos para pesquisas, entre outros.

“Daqui para frente, teremos melhores condições de avançar com a pesquisa no País”, afirmou o ministro da MCTIC, Gilberto Kassab, em entrevista a jornalistas. Ele acredita que a relação entre os entes públicos que promovem inovação e pesquisa e o setor empresarial vai melhorar com o novo marco legal. “É uma questão de melhorar a relação, tornar mais transparente […] para permitir que o País avance”, explicou.

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui