Ciodes abre inscrições para o projeto Tatame da Cidadania

0
1
Jiu-Jitsu no CIEP Maringá. Data: 13/07/2017. Foto: Bruno Campos/Prefeitura de Macaé.
Inscrições podem ser feitas nas cinco escolas selecionadas. Projeto oferece aulas de artes marciais para participantes de 8 a 12 anos.

A coordenação do projeto Tatame da Cidadania: Formando Cidadãos Através das Artes Marciais, espera fechar, nas próximas semanas, as turmas de alunos para dar início às aulas. Estão sendo ofertadas, 150 vagas para alunos na faixa etária de 8 a 12 anos, vindos de escolas públicas do estado. O projeto foi lançado no último dia 5 de março pelo Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciodes), responsável pelos registros de ocorrências policiais no Amapá.

As atividades serão oferecidas pela Polícia Militar e as aulas gratuitas são ministradas por servidores do próprio Ciodes. As escolas atendidas são, José de Alencar, Mário Andreaza, Araçari Correa, Maria Ivone de Menezes e Edgar Lino. As inscrições podem ser feitas nas referidas escolas. Serão formadas três turmas nos períodos da manhã e tarde. A ideia é expandir o projeto para outras instituições e municípios do estado.

O principal critério para o ingresso dos alunos é a falta de condições financeiras para pagar uma academia. O ambiente no qual o aluno convive, também é observado, principalmente, em situações de risco social. A ideia é colocar na rotina do participante, algo novo que desperte interesse.

É aí que entra o esporte associado a outros elementos, como disse o coordenador do projeto capitão Edmilson Matos. “Junto ao esporte, vamos oferecer noções de bons costumes, respeito, disciplina, cidadania, bom convívio e o reconhecimento da autoridade dos pais, professores e outros responsáveis e orientadores. É o esporte formando cidadãos”, completou.

Luta no tatame

A iniciativa conta com a parceria do Ciodes, escolas estaduais e a Vara de Execuções Penais e Medidas Alternativas (Vepma) e o foco está nas artes marciais como Muay Thay, originário da Tailândia e considerado, por lá, como um desporto nacional.

No Brasil, a luta se popularizou ao longo dos anos e ganhou espaço nas academias. O Muay Thay é conhecido como “a arte das oito armas” por usar golpes combinados de punhos, cotovelos, joelhos, canelas e pés.

Já o Jiu Jitsu é uma arte marcial japonesa que utiliza técnicas de golpes conhecidas como alavancas, além de torções e pressões para derrubar e dominar o oponente. Ele também se popularizou no Brasil, alcançando número considerável de simpatizantes.

Mônica Silva

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui