Começam as aulas do Cursinho Pré-Universitário da Ueap

0
1
Programa de extensão visa o acesso à educação superior. Governo do Amapá oferta 100 vagas para alunos de baixa renda.
Por: Diego Diniz

 

As atividades ocorrem de segunda a sexta no período noturno e aos sábados em horário integral na Escola Alexandre Vaz Tavares

A Universidade do Estado do Amapá (Ueap) deu início às aulas do Cursinho Pré-Universitário, em Macapá. As atividades letivas ocorrem de segunda-feira a sexta-feira no período noturno das 18h30 às 21h45 e aos sábados em horário integral, no auditório da Escola Estadual Alexandre Vaz Tavares, no bairro do Trem.

Além dos 100 primeiros aprovados, incluindo as vagas para pessoas com deficiência, outros 230 nomes (dos 330 candidatos que se inscreveram) foram classificados para o cadastro de reserva e podem ser convocados para o cursinho via chamada pública, também conhecida como “repescagem”.

Segundo a chefe da Divisão de Extensão da Ueap, Suelen Félix, a chamada deve acontecer no decorrer do curso, no início de cada mês. “Anunciaremos a chamada pública à medida que verificarmos desistências de alunos, reprovações por faltas ou, até mesmo, se a universidade disponibilizar uma nova turma para o cursinho”, planeja.

Suelen Félix ressalta que a universidade também pretende lançar outro edital para selecionar novos professores para o Cursinho Pré-Universitário. Neste novo certame, poderão concorrer, candidatos de outras instituições de ensino superior, públicas ou privadas.

O projeto

O Cursinho Pré-Universitário é um programa de extensão permanente da Ueap que visa atender à demanda social de modo a garantir a ampliação de acesso à educação superior para pessoas de baixa renda da sociedade amapaense.

O curso conta com aulas teóricas e práticas, materiais didáticos e conteúdos educativos que oportunizem aprendizado satisfatório e maiores chances de ingresso em instituições de ensino superior.

É o segundo ano de execução do programa que é totalmente gratuito e tem como base, promover interação sociodialógica e transformadora entre a universidade e demais segmentos da sociedade.

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui