Começaram hoje as aulas dos programas sociais da Polícia Militar – Correio Amapaense

Começaram hoje as aulas dos programas sociais da Polícia Militar

Cidadão Mirim, Peixinhos Voadores, Cidadão Considerado, Novo Basquete Amapá e Campeões do Amanhã começaram as atividades nesta quinta-feira, 22.

 

 Foto: Irineu Ribeiro/Secom
Aula inaugural ocorreu nesta quinta-feira, 22, no auditório do Comando-Geral da PM/AP, em Macapá

Mais de cem jovens participaram nesta quinta-feira, 22, da aula inaugural dos programas sociais e escolas esportivas da Polícia Militar do Amapá (PM/AP). O evento ocorreu no auditório do Comando-Geral da PM/AP, no bairro Beirol em Macapá.

São estudantes de escolas do Estado e do município que formam as turmas dos cinco projetos colocados à disposição da sociedade: Cidadão Mirim, Peixinhos Voadores, Cidadão Considerado, Novo Basquete Amapá e Campeões do Amanhã. A faixa etária vai de 8 aos 12, e 12 a 25 anos.

A maioria das vagas já foi preenchida, mas, de acordo com a coordenação dos programas, as inscrições ainda podem ser feitas. Para isso, basta que o pai ou o responsável pelo menor, compareça ao Quartel da PM/AP levando uma declaração escolar que comprove a matrícula do aluno, uma foto 3×4, cópia do RG ou Certidão de Nascimento e cópia do comprovante de residência.

De acordo com o sargento Danilo de Almeida Silva, da Diretoria de Ação Social da Polícia Militar, a procura da comunidade pelos programas sociais tem aumentado a cada ano. As primeiras vagas esgotadas, geralmente, são do Peixinhos Voadores e Cidadão Mirim. “Essa alta procura só confirma o interesse da comunidade”, comprovou o militar.

Ainda segundo o sargento, todos os programas sociais têm em comum a formação da cidadania dos participantes, além das práticas esportivas. Ele explicou que o objetivo maior é formar cidadãos comprometidos com o bem-estar social e com noções de respeito, civismo, cidadania e disciplina.

“O esporte é o atrativo e caminho para uma vida saudável, mas por outro lado, trabalhamos eles para que sigam um caminho que passe bem longe da criminalidade e do envolvimento com drogas”, finalizou o sargento da Diretoria de Ação Social da Polícia Militar.

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION