CONSCIENTIZAÇÃO: CUIDADOS NA HORA DE EMBALAR O LIXO DOMÉSTICO PODEM EVITAR ACIDENTES EM GARIS

0
4

 

Não basta apenas colocar o lixo em sacolas e pôr no cesto para que os coletores recolham. É preciso um pouco mais de cuidado para que os resíduos de casa e estabelecimentos comerciais não venham causar acidentes de trabalho em profissionais encarregados da coleta, transporte e destino final do lixo domiciliar. Neste período de quarentena, quando ficamos mais tempo em casa e há aumento da produção de lixo, é preciso redobrar os cuidados com o descarte dos resíduos sólidos.

A rotina do trabalho, além de ser muito cansativa e necessitar de muita agilidade, rapidez e preparo físico, carece também de muita atenção na hora de fazer a coleta dos depósitos. “Diariamente, enfrentamos um problema que, se houvesse conscientização da população, facilitaria nosso trabalho”, disse o gari José Cardoso. Segundo ele, é comum o acontecimento de acidentes durante o trabalho de coleta de lixo, principalmente no manuseio do material, que, algumas vezes, vem com vidro, seringas e outros objetos descartados de forma indevida, que acabam cortando ou machucando alguns profissionais.

 

Objetos cortantes, como louças, vidros, lâminas de barbear, facas e latas vazias, são os mais citados pelos trabalhadores, além de seringas com agulhas são encontradas com frequência. Todos acondicionados de forma negligente nas lixeiras domésticas. A população, muitas vezes, não imagina que esses objetos cortantes jogados podem machucar esses trabalhadores. “É comum encontrar esses objetos em sacolas plásticas ou soltos pelo chão. Isso dificulta o nosso trabalho, trazendo riscos, e existem maneiras simples de jogar o lixo de forma correta”, frisou o gari Antônio Carlos dos Santos.

 

Existem diversas formas de acondicionar os objetos cortantes. Eles podem ser empacotados em jornais ou caixas. Em seguida, o ideal é que seja utilizado algum tipo de fita para dar maior resistência”, informou Adrian Castelo, diretor do Departamento de Resíduos Sólidos da Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana. Seringas com agulhas devem ser acondicionadas em garrafas PET ou em qualquer outro recipiente resistente.

 

“O coletor usa todos os equipamentos de segurança para se proteger, como bota, óculos e luvas de borrachas, mas isso, em algumas vezes, não evita danos ao trabalhador. Os moradores precisam se conscientizar e separar o lixo, de forma adequada, para evitar estes casos”, concluiu Adrian Castelo.

 

Evite acidentes

 

O descarte seguro de vidros quebrados, latas utilizadas na conservação de alimentos e outros cacos devem ser feito em caixas de leite, embrulhar em papel ou papelão reciclável. Os palitos, quebrados ao meio, e as agulhas e lâminas podem ser armazenados em garrafas PET. No caso das latas, você pode virar a tampa para dentro.

 

 

Mônica Silva

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui