Covid-19: Governo instala rede de atendimento a pacientes em duas unidades hospitalares em Laranjal do Jari – Correio Amapaense

Covid-19: Governo instala rede de atendimento a pacientes em duas unidades hospitalares em Laranjal do Jari

Hospital Estadual de Laranjal do Jari e a Unidade de Pronto Atendimento totalizam 19 leitos clínicos e cinco unidades de cuidado semi-intensivo.

 Foto: André Rodrigues/SESA
Com 3 leitos clínicos e 4 unidades de tratamento semi-intensivo, a UPA é uma das unidades que vai atender pacientes diagnosticados com covid-19 em Laranjal do Jari.

O Governo do Amapá continua a expansão da rede hospitalar de enfrentamento e tratamento da Covid-19 por todo o estado. Em Laranjal do Jari são duas unidades hospitalares que concentram os atendimentos de pacientes infectados.

O Hospital Estadual de Laranjal do Jari possui seis leitos clínicos e um leito semi-intensivo. Já a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) conta com 13 leitos clínicos e quatro unidades de tratamento semi-intensivo, além de ser responsável pela triagem, atendimentos e internação de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus.

De acordo com a secretária adjunta de Enfrentamento a Covid-19, Maracy Andrade, as unidades possuem equipamentos e suporte de profissionais para o tratamento. O trabalho é coordenado pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (Coesp), do Governo do Amapá.

“Os leitos semi-intensivos contam com aparelhos de ventilação mecânica, aparelhos monitor multiparâmetro e todo o suporte terapêutico em terapia intensiva”, destacou.

No município as pessoas devem procurar primeiramente a Unidade Básica de Saúde (UBS) Ruinaldo Nascimento, no bairro Castanheira, para receberem atendimentos. Para os casos confirmados, a UPA será referência no acolhimento desses pacientes.

Profissionais da saúde

O Governo do Estado divulgou no início deste mês o resultado da chamada pública emergencial para a contratação temporária de profissionais da área de saúde. Os selecionados atuarão exclusivamente nos Centros Covid-19 dos municípios de Macapá, Santana, Laranjal do Jari e Oiapoque.

Ao todo 3.058 currículos foram analisados para o preenchimento de 451 vagas para médicos, fisioterapeutas, biomédicos, enfermeiros, condutores de veículos de emergência, técnicos de enfermagem, técnicos em radiologia, assistentes sociais, técnicos em laboratório e psicólogos.

Por: Henrique Borges .Colaboradores: Poliana Tavares

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION