Defesa Civil monitora elevação do nível do Rio Jari – Correio Amapaense

Defesa Civil monitora elevação do nível do Rio Jari

Foi registrado um aumento de 18 centímetros em 24 horas. Situação é monitorada de hora em hora.

 

 Foto: Maksuel Martins / Secom
Nível do Rio Jari voltou a subir e chegou a 2,35 metros às 16h desta terça-feira

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (Cedec) segue o monitoramento, agora, de hora em hora do nível do Rio Jari, que banha a sede do município de Laranjal do Jari e que sofre com os alagamentos provocados pela cheia desde o mês de abril. Nas últimas 24 horas, as aguas voltaram a subir alcançando 2,35 metros às 16h desta terça-feira, 29. O nível do rio começou a subir durante o fim de semana e na manhã de segunda-feira, 28, apontou 2,22 metros.

O subcomandante do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá, coronel Janary Picanço, informou que as equipes seguem fazendo o levantamento da situação e acompanhando as famílias atingidas pela cheia. “Paralelo a isso, a força-tarefa do Estado segue cadastrando as famílias afetadas pela cheia de abril e maio que ainda não foram inseridas no banco de dados”, complementou o coronel que permanece na região.

Nesta quarta-feira, 30, uma equipe formada por assistente social da Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (Sims), técnicos do município e militares do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil Estadual seguirão para atender as comunidades de Água Branca do Cajari, Santarém do Cajari, Boca do Braço e Ariramba, que também foram afetadas pelos alagamentos.

74 famílias desabrigadas, totalizando 311 pessoas, permanecem divididas nos três abrigos improvisados. Outras 206 famílias desalojadas, que totalizam 891 pessoas, estão abrigadas em casas de parentes, amigos ou em imóveis alugados.

O governo do Estado também fez a distribuição de ajuda humanitária, enviada pelo governo federal. São cestas básicas, colchões, água mineral, produtos de limpeza e de higiene e kits dormitório, que já contemplaram mais de 1.800 famílias. O envio dos donativos pelo Ministério da Integração Nacional atendeu a uma solicitação do Executivo amapaense.

O governador Waldez Góes também autorizou o repasse de recursos à Prefeitura de Laranjal do Jari, parta custear as ações de redução dos danos sociais e ambientais provocados pela inundação no município.

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION