Deputadas participam de lançamento do aplicativo Denuncia Mulher Amapá

0
1

 

Em solenidade realizada na tarde desta quinta-feira (5), no Salão Nobre do Palácio do Setentrião, com a presença do governador do Estado, Waldez Góes (PDT), foi lançado o aplicativo Denuncie Mulher Amapá. Derivada do Projeto de Lei de autoria da deputada estadual Edna Auzier (PSD), que criou o aplicativo “SOS Mulher”, a ferramenta será utilizada na denúncia de casos de violência contra a mulher, por meio de smartphone. O aplicativo servirá de instrumento para monitorar e acompanhar as vítimas em todo o fluxograma que compõe as portas de entrada da Rede de Atendimento à Mulher (RAM).

46A solenidade foi acompanhada por lideranças femininas de todos os municípios e contou com a participação das deputadas Marília Góes (PDT), Janete Tavares (PPS) e Edna Auzier; e do prefeito Dudão (PPL), de Mazagão. Lembrando o esforço que sempre empreendeu na defesa das mulheres, Auzier destacou a época em que o aplicativo começou a ser desenvolvido. “Assim que assumi o cargo de deputada, em 2016, convidei a então vereadora Aline Gurgel para visitarmos a promotora de Justiça Alessandra Moro, que nos estimulou a levantar a bandeira em prol da mulher e lutar por essa causa. O estado precisa de monitoramento eficaz. As vítimas de violência doméstica denunciam e as denúncias não surtem efeito. Foi aí que mobilizei minha equipe, com destaque para a assessora Carla Xerfen, que foi incansável nesse trabalho”, lembrou a parlamentar.

47Elogiando o esforço da secretária de Políticas para as Mulheres do Amapá, Aline Gurgel e de sua equipe de trabalho, a deputada Edna Auzier destacou a importância do aplicativo no combate à violência doméstica. “Estamos comemorando forma de melhor proteger a mulher. É necessário que tenhamos uma metodologia eficaz no combate à violência e estou muito feliz de fazer parte dessa geração que poderá acompanhar mais de perto esse aplicativo, que funciona em tempo real. Quando a vítima denuncia, todos saberão aonde está a falha. Se é da delegacia, que não atendeu, ou é outra situação. E, tanto o Ministério Público quanto o Judiciário, terão acesso à denúncia, em tempo real, por meio do smartphone”, disse a parlamentar, prometendo estudar uma forma de facilitar a aquisição desse equipamento às mulheres do Amapá.

Para o governador Waldez Góes, o aplicativo fortalecerá a rede de proteção às mulheres no combate à violência contra a mulher. “O Amapá foi o segundo estado brasileiro a criar políticas de proteção às mulheres. Tenho certeza de que essa ferramenta aumentará a transparência e reduzirá as subnotificações de casos de violência, além de reforçar a fiscalização dessas ações. E, principalmente, permitir maior participação da sociedade nessa luta. Que a nossa experiência sirva de exemplo para outras unidades da federação”, celebrou.

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui