DEU ÁGUA NA BOCA: Receita caseira TACACÁ 

0
1
 

   sopa preparada com o tucupi (suco de uma espécie de mandioca previamente fervido com alho e chicória), camarões secos, goma (mingau feito com uma massa fina e branca, resultado da lavagem da mandioca ralada) e jambú (considerado como afrodisíaco). O tacacá é servido em cuias, acompanhado ou não com molho de pimenta-de-cheiro, e é encontrado geralmente nas esquinas de Belém, em barracas da famosas “tacacazeiras”. É um prato originário dos índios.

 Modo de Preparar
Picar 3 kilos de mandioca e bater aos poucos no liquidificador. com dois litros de água. Na medida em que for batendo, passar por peneira fina, o líquido obtido você usa para continuar batendo os demais pedaços de mandioca. Ralar a raiz seria uma técnica mais autêntica, mais condizente com o preparo artesanal, porém é muito trabalhosa, esta é uma forma mais moderna. Na falta do tipiti ( utensílio fundamental na transformação artesanal da mandioca em farinha, criado pelos índios, é feito de palha retrátil, como uma bolsa cilíndrica comprida, em seu interior se coloca a massa da mandioca ralada, ao puxar para baixo espremesse o líquido para o tacaca e o tucupi, a massa seca, entre outras utilidades, transformasse em farinha) passar tudo por um pano limpo torcendo para extrair todo o caldo. Deixar esse líquido leitoso (manipuera) descansar por quatro horas, ao fim dos quais, separar o amido sedimentado do líquido amarelo que fica sobre a superfície. A esse liquido, para fazer o Tucupi, adicionar um pouco de sal, um dente de alho, uma pimenta de cheiro, , alguns galhos de alfavaca e a chicória nortista ( é uma espécie de coentro). Deixar ferver por 30 minutos, coando está pronto.  Para o  Tacaca usar o amido sedimentado na tigela, dissolvendo na proporção de uma xícara de goma em dois litros de água, cozinhar até engrossar na forma do mingau de goma. Na cuia tradicionalmente usada, colocar uma concha do mingau, outra de tucupi, adicionando-se alguns camarões secos demolhados e escorridos, um punhado de jambu cozido e espremido com pimenta a gosto. Igual, igual não fica, mas dá pra matar a vontade.  O molho de tucupi é tradicionalmente usado para temperar e servir com carnes de sabor marcante, como pato, peixes, leitão, paca, enfim. 

TACACA outra receita.
INGREDIENTES:
4 xícaras de chá de água, 1/2 xícara de chá de polvilho azedo ou goma de mandioca, 1 xícara de chá de sal, 500 g de camarão salgado (seco), 5 folhas de chicória, 4 dentes de alho espremidos, 4 pimentas-de-cheiro, 2 maços de jambu,
2 litros de tucupi.
MODO DE PREPARAR:
Ponha o tucupi numa panela com o alho espremido, o sal, a chicória e as pimentas. Leve ao fogo. Quando ferver, abaixe o fogo, tampe e deixe cozinhar por 30 minutos. À parte, cozinhe o jambu até ficar tenro. Retire do fogo, escorra e reserve. Lave os camarões e leve-os ao fogo numa panela com quatro xícaras de água. Deixe ferver por 5 minutos. Retire a cabeça e a casca. Numa panela, misture o polvilho com a água dos camarões, leve ao fogo e mexa até obter um mingau. Sirva numa cuia com uma concha de tucupi, um pouco do mingau, algumas folhas de jambu e os camarões.

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui