Dia Mundial do Rim: 9 em cada 10 casos de doenças renais poderiam ser evitados

0
1
Alerta da Secretaria de Saúde é para cuidados alimentares e hábitos saudáveis, prevenindo diabetes e hipertensão ou para que essas doenças não evoluam.

 Foto: Divulgação/Sesa
Quem já é diabético ou hipertenso, pode se tratar e monitorar a doença nas UBSs, para que não evolua o quadro clínico renal

No Dia Mundial do Rim, lembrando nesta quinta-feira, 8, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) alerta para a prevenção de novos pacientes nas unidades de nefrologia de Macapá e Santana. Dados da pasta, revelam que 90% dos pacientes atendidos no Estado, desenvolveram insuficiência renal em decorrência de doenças que podem ser evitadas, como diabetes e hipertensão.

Quem já é diabético ou hipertenso, pode se tratar e monitorar a doença nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), que são as responsáveis pelo atendimento, para que não evolua o quadro clínico renal.

A orientação é da enfermeira nefrologista, Leila Silva, que coordena as duas unidades que oferecem o serviço de hemodiálise no Estado, a do Hospital de Especialidades Clínicas Alberto Lima (Hcal), na capital Macapá, e a Clínica da Vida Lourival Duarte Brandão, inaugurada pelo Governo do Amapá, em 2017, no município de Santana.

“A baixa procura por meios preventivos e tratamentos, acaba desenvolvendo complicações que dificultam o trabalho dos rins e causam a insuficiência renal. A consequência disso, vem com a necessidade de fazer hemodiálise”, frisou Leila Silva.

Atualmente, a Unidade de Nefrologia do Hcal, atende 240 pacientes renais crônicos e a Clínica da Vida, 52 usuários. Para divulgar meios preventivos nesta quinta-feira, a Secretaria de Saúde distribuiu panfletos informativos na frente das duas unidades e promoveu uma programação especial para pacientes e profissionais da área.

Prevenção

Uma das principais medidas para se combater a insuficiência renal é o controle da hipertensão e do diabetes, que pode ser feito de forma natural com a simples combinação de cuidados alimentares e hábitos saudáveis. Pois, o agravamento dessas doenças se dá pelo excesso de consumo de sal e a baixa absorção de potássio, presente em frutas e legumes.

Colaborador: Elmano Pantoja

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui