EM LARANJAL DO JARI, POLÍCIA CIVIL PRENDE PEDÓFILO INDICIADO POR ESTUPRO DE VULNERÁVEL

0
95

Nesta sexta-feira, 25, a Polícia Civil do Amapá, por meio da Delegacia da Infância e Juventude de Laranjal do Jari, deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido em desfavor de um homem de 24 anos, indiciado por ter praticado o crime de estupro de vulnerável contra uma criança de 9 anos de idade.

O Delegado Aluísio Aragão Jr., que presidiu as investigações, informou que o indiciado era padrasto da criança e companheiro da mãe da vítima há dois anos. O crime ocorreu no último dia 23, durante um banho de rio “em família”. “A mãe da criança percebeu e suspeitou de um momento no qual o indiciado estaria praticando atos libidinosos com ela. Ao chegar em casa, indagou a filha para ter certeza de que tinha presenciado um ato de abuso sexual. A criança, muito abalada, relatou o ocorrido para sua mãe, confirmando assim, a suspeita. A vítima disse ainda que não foi a primeira vez, pois, era comum para o indiciado tocar as suas partes íntimas e esfregar o pênis em seu corpo”, destacou o Delegado.

O indiciado, ao ser interrogado, demonstrando naturalidade e frieza, confessou as práticas e disse, ainda, que era a própria criança que o provocava e então, “caía na tentação carnal”.

Diante da gravidade do caso, o Delegado indiciou o autor e representou pela sua segregação cautelar do meio social, tendo em vista sua grande propensão à prática de delitos dessa natureza.

O homem preso foi encaminhado ao Iapen, onde ficará à disposição da justiça.

 

Por: Assessoria de Comunicação

 

 Foto: Polícia Civil