EM MACAPÁ, HOMEM QUE RECEBIA DINHEIRO DE CLIENTES PARA FAZER MÓVEIS PLANEJADOS E NÃO EXECUTAVA O SERVIÇO É PRESO PELA POLÍCIA CIVIL

0
2140

Nessa quinta-feira, 25, a Polícia Civil do Amapá, por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Consumidor (DECCON), prendeu um homem de 36 anos de idade, acusado pela prática do crime de estelionato.
O acusado foi preso em via pública, no bairro Santa Rita, através do cumprimento de mandado de prisão preventiva.
De acordo com a Delegada Janeci Monteiro, o homem preso é acusado de ter sido contratado por oito pessoas para fazer móveis planejados, receber parte do pagamento e não entregar o material.
“Na DECCON há oito inquéritos policiais instaurados contra o acusado, desde junho de 2020. Ele divulgava, em redes sociais, fotos de móveis planejados que se propunha a fazer e, quando alguém os encomendava e pagava uma quantia como entrada para a fabricação do bem, ele ficava com o dinheiro, ou seja, não comprava o material e não entregava o objeto ao cliente”, explicou a Delegada.
Durante interrogatório, o acusado confessou que recebeu o dinheiro das vítimas e utilizou em seu benefício. A Delegada informou ainda que o prejuízo das oito vítimas totalizam a quantia de R$ 30.900,00 (trinta mil e novecentos reais).
O homem preso será encaminhado ao Iapen.

Por: Assessoria de Comunicação PC-AP

Foto: Polícia Civil