EM TARTARUGALZINHO, POLÍCIA CIVIL PRENDE HOMEM ACUSADO DE MATAR, ESQUARTEJAR E JOGAR O CORPO DA VÍTIMA EM UM POÇO

 

Nesta quarta-feira, 27, a Polícia Civil do Estado do Amapá, por meio da Delegacia de Polícia de Tartarugalzinho, prendeu um homem, de 21 anos de idade, acusado pelo crime de homicídio qualificado e ocultação de cadáver.
O homem foi preso em flagrante na residência onde mora e cumpre prisão domiciliar.
De acordo com o Delegado Sandro Torrinha, diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), após denúncia anônima, os policiais civis encontraram vestígios de massa encefálica, tecido de pele e músculos humanos nas proximidades de um poço, de aproximadamente três metros de profundidade, localizado próximo ao Bairro Airton Senna, vulgarmente conhecido como Morro dos Macacos. O local foi isolado pelos policiais civis até a chegada da Politec e o Corpo de Bombeiros. No poço, foram encontradas as partes do corpo da vítima (um homem de 43 anos de idade).
Segundo o Delegado, o crime foi motivado por uma briga entre a vítima e sua companheira que o acusado presenciou e se chateou por isso. O acusado já teve um relacionamento amoroso com a companheira da vítima.
“Eles estavam reunidos ingerindo bebida alcoólica e após uma discussão entra a vítima e sua companheira, o acusado resolveu cometer o crime. Ele chamou a vítima pra outro local, e juntamente, com o adolescente, esquartejou o corpo e jogou no poço. Em depoimento, o acusado tentou negar o crime, mas após se contradizer, acabou confessando”, destacou o Delegado.
O homem preso já responde por tráfico de drogas, associação ao tráfico, corrupção de menores, furto e roubo.
O adolescente de 17 anos de idade foi apresentado pelos pais na manhã dessa quinta-feira, 28, no DPI, em Macapá.

 

secom PC-AP

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION