Estado adere ao sistema de informações sobre crianças e adolescentes do Conselho Tutelar

0
2
Programa visa implementação de políticas públicas para crianças e adolescentes

 

 Foto: Rodrigo Santos/SIMS

O Executivo Estadual começou a aderir ao Sistema Informações para a Infância e Adolescência, do Conselho Tutelar do Estado do Amapá, o SIPIA CT – software criado para denúncias sobre a violação e aplicação de medidas protetivas dos direitos das crianças e adolescentes.

O primeiro órgão a aderir ao programa foi a Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS), que promoveu um encontro, nesta sexta-feira, 23, com representantes de Conselhos Tutelares municipais, Juizado da Infância e da Juventude e Conselhos de Direitos da Criança e Adolescente, visando a implantação do SIPIA CT no Estado do Amapá para a implementação de políticas públicas. O evento aconteceu no auditório da Secretaria do Desenvolvimento das Cidades (SDC).

A programação teve palestras sobre a importância do registro e qualificação de dados de violência contra a criança e adolescentes para a implantação de políticas públicas e sobre as primícias do SIPIA CT. O evento ressaltou, ainda, a compreensão da relevância do sistema como ferramenta de informações para a atuação de conselheiros e gestores na garantia dos direitos preconizados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente.

A secretária de Inclusão e Mobilização Social, Maria de Nazaré Farias, ressaltou a importância do sistema para a melhoria dos serviços prestados às famílias atendias pela política de assistência social: “Essa ferramenta permite a comunicação e articulação entre os órgãos responsáveis para auxiliar o planejamento de políticas para a infância e adolescência”, avaliou.

Já a assistente social Silvia Moreira, do Núcleo de Proteção básica da SIMS, falou sobre a proteção social da criança e do adolescente: “O SIPIA CT é importante para promover a integração entre os municípios e o Estado para mobilizar ações no sentido da proteção da criança e do adolescente”.

O SIPIA CT é um sistema nacional de registro e tratamento de informações sobre violação, garantia e aplicação de medidas protetivas dos direitos das crianças e adolescentes.