Família vive momentos de tensão e medo sob a mira de menores infratores.

O BOPE gerenciou a ocorrência, que encerrou com todas as vidas salvas.

O Centro Integrado de Operações de Defesa Social (CIODES), acionou às equipes do BOPE, na noite de ontem (28), para solucionar uma crise com refém, gerada através de um roubo frustrado, na localidade do Coração, situada entre Macapá e Santana. As equipes do BOPE, ao chegarem no local da ocorrência, foram munidas de informações pelas equipes policiais que já estavam naquele local e, à partir desse momento, assumiram a condução da situação crítica, na qual uma família inteira estava sendo mantida como refém, por dois menores bastante agressivos e armados com armas de fogo. Na ocasião, inclusive, efetuaram disparos nos militares que faziam o isolamento da área.
Os menores mantiveram 10 pessoas sob extrema pressão física, psicológica e emocional, entre essas pessoas, um recém nascido e duas crianças, pressão esta registrada pelos menores infratores em uma rede social, através de uma transmissão ao vivo.
As negociações conduzidas pelos negociadores do BOPE, duraram cerca de 4 horas, com um desfecho totalmente favorável: a liberação de todos os reféns, fisicamente, sem grandes alterações e com a contenção dos menores.
A ocorrência foi apresentada ao delegado de plantão da Delegacia Especializada na Investigação de Atos Infracionais (DEIAI), pela equipe do 6° batalhão, a primeira à chegar ao local da crise, onde foram apresentados os menores infratores e as armas utilizadas por eles: um revólver Calibre 32, um revólver Calibre 38 e um simulacro (réplica) de uma pistola. Mais uma crise resolvida, tecnicamente.

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION