Feira Itinerante encerra 2018 com edições na zona sul e zona norte de Macapá – Correio Amapaense

Feira Itinerante encerra 2018 com edições na zona sul e zona norte de Macapá

No sábado, agricultores venderão produtos agrícolas no estacionamento de um shopping da zona sul; no domingo, a feira acontecerá no Conjunto Macapaba.

 Foto: José Baia/Secom
Agricultores querem oferecer frutas e verduras para os consumidores prepararem a Ceia de Natal e Ano Novo

Neste sábado e domingo acontecem as duas últimas edições da Feira Itinerante Solidária, a Feira Sol, realizada pela Associação dos Produtores da Vila do Valdemar (Aprova), em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap). A ação é uma oportunidade de geração de renda para os agricultores e, preços acessíveis para a população que busca produtos agrícolas.

De acordo com o presidente da Aprova, Erinaldo da Costa, a feira deste fim de semana será realizada no sábado, 22, no estacionamento de um shopping localizado às margens da Rodovia JK, na zona sul da capital Macapá e, no domingo, 23, no Conjunto Habitacional Macapaba, na zona norte.

“Em todo lugar existem pessoas em busca de frutas e verduras para preparar a Ceia de Natal e do Ano Novo. Então, aproveitamos esse momento que todos estão se movimento para isso, para oferecer os nossos produtos. E o estacionamento do shopping é um local bem estratégico para encontrar clientes, principalmente, porque lá não vendem esses produtos”, visualizou o presidente da Aprova.

Serão comercializados abacaxi, limão, laranja, abiu, abacate, cará, poupas de frutas, farinha de tapioca, tucupí, farinha de mandioca, paçoca de castanha de caju com farinha de coco, mamão, chicória, feijão verde, cheiro verde, macaxeira, maracujá, alface, rúcula, pepino, quiabo, pimentinha, banana, banana de mingau, couve, pimenta e várias outras hortaliças, à preço de 1 a 5 reais.

No shopping, a feira acontecerá das 14h às 21h no sábado. Já no Macapaba, a feira será realizada das 8h às 13h no domingo.

Feira Sol

A Feira Sol conta com o apoio do governo do Estado desde 2016 e tem sido importante para os associados na Aprova. A instituição reúne agricultores do distrito do Coração e de outras propriedades rurais dos municípios de Macapá e Porto Grande, que garantem o sustento de suas famílias com a comercialização de seus produtos.

A coordenadora de Processamento e Qualidade Agroalimentar do Rurap, Darciane Gomes, conta que o instituto oferece apoio técnico aos agricultores participantes, o que garante um produto de qualidade aos consumidores.

About the author

Related