Feira Solidária incentiva empreendedorismo entre mulheres do Residencial Mucajá – Correio Amapaense

Feira Solidária incentiva empreendedorismo entre mulheres do Residencial Mucajá

Grupo vai vender objetos em crochê, bonecas de pano, sabonetes artesanais, pano de prato e outros produtos.

 

 

 Foto: Ascom/Sete
Feira Solidária será no próximo sábado, das 8h às 12h, no Conjunto Habitacional Mucajá, no bairro do Beirol, zona Sul de Macapá

O governo do Estado realiza neste sábado, 14, no Conjunto Habitacional Mucajá, no bairro do Beirol, em Macapá, mais uma edição da Feira Itinerante Solidária, a Feira Sol. O evento será das 8h às 12h, na área da quadra 1. A novidade da feira é a participação da Rede de Mulheres Empreendedoras do Mucajá. O grupo vai comercializar manualidades feitas em crochê, bonecas de pano, sabonetes artesanais, prato de pano e camisas customizadas.

A Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete), por meio do Núcleo de Associativismo e Economia Solidária, vai disponibilizar quatro barracas para abrigar as mulheres do Mucajá na Feira Sol. Este ano, as empreendedoras do residencial tiveram a oportunidade de participar de uma oficina para produção de camisas customizadas para o carnaval.

“Tudo o que foi produzido na Oficina Criativa, projeto desenvolvido pela Sete, foi exposto e comercializado este ano na Feira Itinerante de Artesanato e Empreendedorismo durante o aniversário de 260 anos de Macapá e no Dia do Artesão. É uma forma de garantir emprego e renda para este público”, atestou o coordenador de Empreendedorismo da Sete, Ezequias Costa.

Na Feira Itinerante Solidária, a população vai poder comprar, além do artesanato, farinha, cheiro verde, laranja, abacaxi, couve, limão, chicória, alface, tomate, cebola, entre outros alimentos. Os produtos são da agricultura familiar, sob a responsabilidade da Associação dos Produtores da Vila Valdemar (Aprova). O diferencial da Feira Sol é o preço dos produtos, bem abaixo do vendido nas feiras da capital.

“Queremos convidar toda a população dos bairros da Zona Sul e demais localidades de Macapá para prestigiar a Feira Sol. Além de poder comprar alimentos com preços bem acessíveis, as famílias aproveitam para conhecer um pouco do trabalho artesanal desenvolvido pelas mulheres do Residencial Mucajá”, finalizou a Maraína Martins, secretária do Trabalho e Empreendedorismo.

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION