Feirantes de Macapá reforçam oferta de produtos mais procurados no período de festas juninas

0
134

Festas aumentam a procura por determinados itens de alimentação na Feira da 13 e Feira Maluca.

Por Joyce Batista – Secretaria Municipal de Comunicação Social

Feirante Geiza da Silva, de 48 anos, fez questão de enfeitar o boxe que trabalha | Foto: Adevaldo Cunha/PMM

 

A chegada das festas de São João, tradicionais no mês de junho, estão gerando aumento na procura por produtos regionais utilizados em pratos típicos das festividades. Por esse motivo, os feirantes da capital reforçaram a oferta desses alimentos naturais, apostando em maior lucratividade durante o período.

Na Feira da Avenida 13 de Setembro, no Buritizal, Geiza da Silva, de 48 anos, apostou na venda de macaxeira, coco, maniva e tucupi, que podem ser consumidos de diversas formas.

“Tem vários pratos que dá para fazer, como cocada, macaxeira ralada ou no bolo. Já o tucupi se usa no vatapá ou na galinha caipira e a maniva para a maniçoba e por aí vai. Eu me preparei para essa época e a expectativa é que o movimento melhore”, comenta.

 

Francisco Leite, 44 anos, trabalha com a venda de pescado na Feira Maluca, também no Buritizal. Junto a outros feirantes, ele aguarda ansioso pelo aumento das vendas durante as festas juninas.

“Camarão esse mês está vendendo bem porque o pessoal gosta para fazer o vatapá e o tacacá. Estou cheio de camarão agora porque já senti um aumento no movimento da feira”, comemora.

Outros itens que também estão sendo mais procurados nesses locais são as hortaliças, legumes e verduras. “O mês de junho sempre veio com aumento de vendas, antes da pandemia porque dá pra usar em quase todos os pratos. Esse ano estou esperando o movimento melhorar mais um pouco”, diz Francisco Oliveira, 46 anos.