Fiscalização do Ipem encontra produtos com irregularidades em Macapá

0
1
Papéis-alumínio apresentaram comprimento menor que o indicado pelo fabricante. Produtos serão retirados das prateleiras a partir da notificação de comerciantes.
Por: Ailton Leite

O Instituto de Pesos e Medidas do Amapá (Ipem/AP) realizou na semana passada uma operação para fiscalizar 103 produtos de 19 marcas diferentes de papel higiênico, papel toalha, plástico filme e papel-alumínio. O objetivo era verificar se as dimensões indicadas nas embalagens estavam corretas.

De acordo com a gerente do Núcleo de Pré-Medidos do Ipem, Layana Jung, os produtos foram submetidos a perícia para avaliar comprimento e largura. Cerca de 5% dos produtos periciados foram reprovados. “Encontramos produtos com comprimento menor que o indicado na embalagem de papéis alumínio, de fabricantes diferentes”, informou.

No ano passado, a mesma fiscalização realizada pelo Ipem apresentou 20% de reprovação dos itens periciados. Os produtos como papel-alumínio e papel higiênico apresentaram diferenças de comprimento e largura em relação aos indicados na embalagem.

Os fabricantes dos produtos reprovados foram autuados e tem até 10 dias para apresentar defesa junto ao órgão. “Eles estão sujeitos às penalidades que podem ir, de advertência até multas que variam de R$ 100 até R$ 1,5 mil”, acrescentou Layana Jung.

Os fabricantes têm até 24h para retirar o material com defeito das prateleiras. Caso isso não ocorra, os produtos serão apreendidos e encaminhados para doação às instituições sem fins lucrativos cadastradas no instituto.

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui