GAECO/AP cumpre mandado de prisão em parceria com MPDF

0
47

 

Promotoria MacapáO Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Amapá (GAECO/MP-AP), com o apoio do Batalhão de Força Tática, deu cumprimento a mandado de prisão de mulher condenada em ação penal no Distrito Federal. A ação foi executada em parceria com Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), que informou sobre a condenação de Márcia Rodrigues Dias, por tentar transportar drogas para Macapá pelo Aeroporto Internacional de Brasília.

Com o mandado em aberto, por sentença penal condenatória transitada em julgado, o MPDFT solicitou apoio do GAECO/AP que, no mesmo dia da solicitação, realizou levantamentos que, além de localizar a mulher, apontaram que ela morava em imóvel já mapeado pela polícia como provável ponto de venda de drogas.

Pessoas que se sujeitam a essa prática são conhecidas como “mulas” e, em geral, são recrutadas por organizações criminosas para o transporte de drogas em troca de determinada quantia em dinheiro. Essa rota aérea também é muito conhecida e monitorada por órgãos como a Polícia Federal que, na ocasião, prendeu a mulher no Aeroporto de Brasília.

Durante o cumprimento da ordem judicial, ainda foram encontradas duas porções de cocaína na posse de Márcia. Agora, ela começará a cumprir sua pena e ainda responderá a novo processo judicial.

Os promotores de Justiça do GAECO, Andrea Guedes de Medeiros, Maria do Socorro Pelaes Braga e Rodrigo César Viana Assis, reafirmam o compromisso de combater implacavelmente, com o apoio das demais forças de segurança, o crime organizado em todos os seus níveis, e irão investigar a ramificação da Organização Criminosa (ORCRIM) ligada à traficante, no bairro Jardim Marco Zero