GALERIA DE FOTOS: Prédio desaba em incêndio no centro de São Paulo

0
20

Prédio desaba em incêndio no centro de São Paulo

O prédio que desabou tinha mais de 20 andares e era uma antiga instalação da Polícia Federal. Segundo comerciantes do entorno, o local era ocupado ilegalmente


(foto: Divulgação/Bombeiros PMESP)
(foto: Divulgação/Bombeiros PMESP)

Um prédio de 26 andares no centro da capital paulista, onde viviam 50 famílias, desabou em chamas por volta das 3 horas de hoje (1º), após ter sido atingido por um incêndio. O edifício, que ficava na Avenida Rio Branco, na região do Largo do Paissandu, era ocupado por um movimento social de defesa ao direto a moradia.

O Corpo de Bombeiros confirmou, até o momento, que uma pessoa morreu. Não há informações oficiais sobre o número de desaparecidos. Uma faixa da avenida Rio Branco foi tomada pelos escombros do edifício que desabou.

 

O edifício, que ficava na avenida Rio Branco, na região do Largo do Paissandu, era ocupado por um movimento social de defesa ao direto a moradia.
O edifício, que ficava na avenida Rio Branco, na região do Largo do Paissandu, era ocupado por um movimento social de defesa ao direto a moradia. – Direitos reservados Corpo de Bombeiros de São Paulo

Um segundo prédio, próximo ao que desabou, também foi atingido pelo incêndio. O edifício, no entanto, estava vazio e as chamas estão restritas a um único andar. Cerca de 160 membros do Corpo de Bombeiros atendem a ocorrência.

Edição: Aécio Amado
(foto: Divulgação/Bombeiros PMESP)
(foto: Divulgação/Bombeiros PMESP)

Comerciantes da região relatam correria nas ruas, com clientes deixando hotéis vizinhos às pressas. As testemunhas dizem que quebraram vidraças, espalhando-se rapidamente pelos andares e atingindo os prédios vizinhos.

“Eu estava em horário de serviço e escutei várias pessoas gritando, barulho de vidros caindo. Quando fui ver o que era, as ruas, que estavam desertas, ficaram cheias de pessoas desesperadas”, disse o recepcionista Flávio Gabia, que trabalha em um hotel no Largo do Paissandu. Segundo ele, vários clientes deixaram o estabelecimento quando viram o incêndio. Um hotel ao lado dos edifícios em chamas também foi esvaziado e interditado. Saiba mais: Prédio que pegou fogo e ruiu em São Paulo já foi detenção de Nobel da Paz 

Devido ao combate às chamas, a CET interditou o trecho entre a Avenida Rio Branco e a Rua Antônio de Godói e recomenda aos motoristas que evitem passar pela região do Largo do Paissandu. Três quarteirões estão fechados.

SP – INCÊNDIO-PRÉDIOS-CENTRO-DESABAMENTO – GERAL – Prédio desaba após incêndio na madrugada desta terça-feira (1), no Largo do Paissandu, próximo à Avenida Rio Branco, na República, no Centro de São Paulo (SP). Uma pessoa morreu. Esta vítima estava presa no 8º andar do prédio e os Bombeiros não puderam resgatá-la antes do desabamento. Segundo bombeiros, ainda há pessoas desaparecidas. O local já pertenceu à Polícia Federal, mas estava desativado e ocupado irregularmente. Um prédio comercial vizinho ao local também foi atingido pelas chamas. 01/05/2018 – Foto: WILLIAN MOREIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

(Paulo Roberto Netto e Renata Okumura)