GEA inicia Teste de Aptidão Física para candidatos do concurso da Polícia Civil – Correio Amapaense

GEA inicia Teste de Aptidão Física para candidatos do concurso da Polícia Civil

No primeiro dia do exame, participaram 115 candidatos ao cargo de agente e 58 para oficial de polícia.
Por: Gabriel Dias

 Foto: Maksuel Martins/Secom
Candidatos passaram pelos testes de equilíbrio, abdominais e barra fixa

Iniciou nesta terça-feira, 17, a aplicação do Teste de Aptidão Física (TAF) do concurso da Polícia Civil do Estado do Amapá. No primeiro dia do exame participaram 115 candidatos aprovados para o cargo de agente e 58 foram habilitados para cargo de oficial de polícia. A primeira etapa do TAF, aconteceu no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar (PM/AP), em Macapá, onde os candidatos passaram pelos testes de equilíbrio, abdominais e barra fixa.

O gerente de concursos da Secretaria de Estado da Administração (Sead), Marcos Fernandes, explicou que o TAF serve para verificar se os candidatos possuem a capacidade mínima necessária para suportar, física e organicamente, as exigências do Curso de Formação e para o desempenho eficiente das funções policiais. “Os candidatos estão executando tudo plenamente, passando por todas os exercícios, mostrando que estão aptos a ingressar na carreira”, frisou.

A Comissão do Exame de Avaliação de Condicionamento Físico está fazendo todo o registro em vídeo das avaliações dos candidatos, como forma de esclarecer quaisquer problemas encontrados ou recursos de concorrentes eliminados.

Os testes seguem nesta quarta-feira, 18, no Estádio Olímpico Milton de Souza Corrêa (Zerão), onde ocorrerá o exercício de resistência aeróbica (corrida de 12 minutos). Já os dias 19 e 20 são reservados aos testes dos 24 classificados para o cargo de delegado, que deverão passar pelas mesmas provas realizadas.

Expectativa

A delegada da Polícia Civil, Jacinta Pernambuco, disse que a instituição está acompanhando de perto todo o processo de avaliação dos candidatos que deverão reforçar o trabalho nas delegacias de todo o Estado. “Nós aguardávamos com muita ansiedade por esse concurso e, agora, vemos sendo realizado, garantindo o ingresso desses novos policiais, que deverão minimizar a carência de profissionais em nossas delegacias”, destacou.

Candidata à agente de Polícia Civil, Kiara Oliveira, foi umas das que conseguiram realizar todos os testes do primeiro dia de avaliação. “Consegui realizar as provas de hoje e já estou aguardando a de amanhã. Estou me preparando desde o momento em que saiu o edital, para chegar em boa forma física e alcançar meu objetivo de ser policial civil”, contou.

Pessoa com deficiência

Em paralelo às provas do TAF, 15 candidatos declarados com deficiência para o cargo de agente, três para oficial de Polícia Civil, e um para o cargo de delegado, estão passando pela Avaliação da Junta Médica Oficial e Equipe Multiprofissional. O procedimento visa verificar se a deficiência do candidato é compatível com as atribuições do cargo pleiteado.

Apenas após a avaliação, estes candidatos serão convocados para o Teste de Aptidão Física. Só serão considerados aptos ao TAF adaptado aqueles, cujas deficiências, não comprometam as funções policiais das respectivas carreiras.

GALERIA DE FOTOS
 Créditos:Maksuel Martins/Seco

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION