Governo do Amapá garante participação de grupos de raiz africana na 3º Virada Afro

0
18
Cinquenta grupos de raiz africana devem participar do evento, que acontece entre os dias 29 de junho e 1º de julho, no município de Santana.

 

 Foto: Maksuel Martins/Secom
Governo investiu R$ 280 mil para a contratação a fim de prestigiar os grupos de raiz africana, do Amapá

Cinquenta grupos folclóricos de raiz africana de todo o Estado devem se apresentar na terceira edição da Virada Afro – Circuito Cultural Amapá Afro que acontece entre os dias 29 de junho e 1ª de julho em Santana. O evento vai acontecer na Avenida Santana, no Centro da cidade, onde foram montados dois palcos para receber atrações artísticas locais e nacionais.

Além dos grupos folclóricos tradicionais de capoeira, dança afro e marabaixo, a programação também contará com a participação de oito bandas e quatro músicos amapaenses. “Foi feito um investimento no valor de R$ 280 mil para a contratação desses grupos pelo governo do estado, a fim de prestigiar os grupos folclóricos de raiz africana, do Amapá”, frisou o secretário de Estado do Turismo (Setur), Vicente Cruz.

A Virada Afro visa valorizar, principalmente, a cultura negra, incentivando o desenvolvimento cultural e social de comunidades quilombolas do Estado. “O evento é destinado à valorização da comunidade afro brasileira do Amapá, sendo uma oportunidade para evidenciar as manifestações artísticas e culturais desse segmento”, destacou Cruz.

O evento é fruto de uma parceria entre Governo do Estado do Amapá (GEA), por meio da Secretaria Extraordinária de Políticas para Afrodescendentes (Seafro), e Fundação Cultural Palmares, além do apoio da Prefeitura de Santana. Os recursos financeiros são de emenda do deputado federal Marcos Reátegui, com contrapartida do GEA.

A diretora do Departamento de Proteção ao Patrimônio Afro-Brasileiro (DPPA), Carolina Nascimento, afirmou que a parceria do governo do estado é essencial para a realização do evento, mostrando o compromisso do Estado com a valorização da cultura afro brasileira. “A parceria entre a Fundação Palmares, o Governo do Estado do Amapá e a Prefeitura de Santana foi importante para que pudéssemos agregar todas as comunidades e manifestações de raiz africana do Amapá”, destacou.

Atrações nacionais

Na sexta-feira, 29, primeiro dia do evento, o tempero baiano agita a Virada. O grupo musical Olodum promete chacoalhar os amapaenses com a força dos seus tambores.

No sábado, 30, a partir de 18h, grupos culturais locais animam o público. Às 22h, sobem ao palco as cantoras Naná Martins, de Alagoas, e Grazzi Brasil, ex-participante do programa The Voice Brasil, da Rede Globo.

No dia 1º de julho, último dia da 3º Virada Afro, a cantora baiana Margareth Menezes encerra a programação. Com mais de três décadas de carreira, a cantora e compositora vai mostrar a força das raízes afro em sua combinação de gêneros como samba, pop, axé e reggae.

Programação

Sexta-feira (29/06)

Palco 1

18h00 – Abertura com Culto Ecumênico

19h30 – Banda e Reggae Stillo Raiz

20h40 – Zé Miguel

21h50 – Afro Brasil

23h00 – Fineias Neluty

00h00 – Olodum

Palco 2

18h00 – Centro Cultural e Religioso Ilê Axéibi Olufonnim

18h30 – Associação Beneficente Ylê Da Oxum Apará

19h00 – Caminhos da Ancestralidade

19h25 – Tambor de Mina Nago São Lázaro

19h50 – Tambor Cultural Abassar de Ase Inkissy Mukumby

20h15 – Tambores de Mina Nago

20h40 – Stile Breack

21h05 – Filhos de São Tomé do Alto Pirativa

21h30 – Grupo Folclórico Ajudante

21h55 – Raízes do Marabaixo Infantil

22h15 – Grupo Folclórico de São Benedito Do Mazagão

22h40 – Associação Cultural São Tomé

23h05 – Marabaixo Manoel Felipe

23h30 – União Folclórica de Campina Grande

00h05 – Raízes do Marabaixo da Gungá

00h30 – Raízes do Marabaixo do Mazagão

00h50 – Grupo de Marabaixo do Maruanum

Sábado (30/06) 

Palco 1

19h30 – Banda De Reggae Welem Monte

20h40 – Grupo Pilão

21h50 – Amadeu Cavalvante

23h00 – Naná Martins

00h00 – Grazzi Brasil

Palco 2

17h30 – Projeto Social Ginga pra Vida

18h00 – Grupo de Capoeira Luta para Libertação

18h30 – Associação Internacional Capoeira Mestiçagem

19h00 – Cia de Dança Afro Zimba

19h25 – Semente da Capoeira Regional

19h50 – Capoeira Maculele Grupo Raça Amapá

20h15 – Marabaixo São Sebastião  da Ilha Redonda

20h40 – Grupo de Marabaixo São João do Matapi

21h05 – Santo Antônio Do Matapi

21h30 – Grupo Folclórico Tia Joaquina

21h55 – Grupo De Marabaixo do Mata Fome

22h15 – Grupo Folclórico Herdeiros do Marabaixo

22h40 – Grupo Folclórico Tia Sinhá

23h05 – Grupo Raízes do Bolão

23h30 – Movimento Cultural Ancestral

00h05 – Grupo de Dança Cultural Berço

00h30 – Grupo Cultural Marabatuque

Domingo (01/07)

Palco 1

19h30 – Rogerio e Cia

22h10 – Tambores Tucujus

20h50 – Grupo São Batuques

21h00 – Osmar Junior

22h10 – Realidade Negra

00h00 – Margareth Menezes

Palco 2

17h30 – Samba Asé

18h00 – Cia de Dança Baraká

18h30 – Marabaixo do Pavão

19h00 – Grupo Folclórico São José do Mata Fome

19h25 – Grupo Raízes da Favela

19h50 – União  Devotos Nossa da Conceição

20h15 – São João do Maruanum 2

20h40 – Grupo Marabaixo Areal do Matapi

21h05 – Grupo Herdeiros do Marabaixo de Campina Grande

21h30 – Amojap

21h55 – Grupo de Marabaixo São João do Maruanum

22h15 – Grupo de Batuque Malocão do Pedrão

22h40 – Assoc. Folclórica Santo Antonio e São Benedito Coração

23h05 – Grupo Irmandade São José

23h30 – Associação Cultural São Sebastião do Mazagão Novo


Warning: require(/home/storage/d/5f/28/correioamapaense4/public_html/wp-content/plugins/td-standard-pack/Newspaper): failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/d/5f/28/correioamapaense4/public_html/wp-includes/comment-template.php on line 1532

Fatal error: require(): Failed opening required '/home/storage/d/5f/28/correioamapaense4/public_html/wp-content/plugins/td-standard-pack/Newspaper/' (include_path='.:/usr/share/pear7:/usr/share/php7') in /home/storage/d/5f/28/correioamapaense4/public_html/wp-includes/comment-template.php on line 1532
Erro › WordPress

Há um erro crítico no seu site.

Aprenda mais sobre depuração no WordPress.