Homem pede o divórcio alegando que a esposa não toma banho todos os dias

0
1181

Por: Fernando Moreira em 

Talaq' proferido três vezes pode pôr fim ao casamento entre muçulmanos / imagem meramente ilustrativa
‘Talaq’ proferido três vezes pode pôr fim ao casamento entre muçulmanos / imagem meramente ilustrativa Foto: Reprodução/Mathabah.org

Em um recente e inusitado incidente, um muçulmano, identificado apenas como Aman, morador de um vilarejo em Uttar Pradesh (Índia), pediu o divórcio alegando que a mulher não toma banho todos os dias. O caso foi descoberto apenas quando a esposa apresentou uma queixa na órgão de Proteção à Mulher de Aligarh para proteger o seu casamento.

O órgão tem oferecido sessões de aconselhamento para ambos os parceiros como um meio de salvar o casamento e o relacionamento.

“Uma mulher nos apresentou uma reclamação por escrito afirmando que o seu marido deu o talaq triplo com o pretexto de que ela não toma banho todos os dias. Estamos oferecendo aconselhamento ao casal e seus pais para salvar seu casamento”, disse um conselheiro que trabalha no órgão em Aligarh, segundo o site “India.com”. Os dois estão casados há dois anos e têm um filho.

De acordo com a fé muçulmana um homem tem que proferir “talaq” três vezes para validar um pedido de divórcio. Trata-se de um “divórcio instantâneo“, segundo o costume islâmico. Em 2019, o Parlamento da Índia aboliu a prática, mas ela continua forte em regiões mais remotas do país. O premier indiano, Narendra Modi, classificou o triplo talaq como uma “prática arcaica e medieval’.

“O homem, durante o aconselhamento, disse-nos repetidamente e com firmeza que quer terminar o relacionamento com a mulher. Ele também nos pediu para ajudá-lo a se divorciar, pois a esposa não toma banho todos os dias”, acrescentou o conselheiro.

Aman declarou, ainda, que sempre que pede para a esposa tomar banho eles têm uma briga feia, com muitos insultos.

“Estamos tentando aconselhar o homem a não romper o casamento com sua esposa, pois é um problema menor e que pode ser resolvido. Também estamos tentando fazê-lo entender que o divórcio também pode afetar a educação do filho”, finalizou o conselheiro.

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui