Internos do Cesein participam de jornada de férias – Correio Amapaense

Internos do Cesein participam de jornada de férias

Quarenta menores de idade em conflito com a lei e que cumprem medida socioeducativa fazem atividades esportivas que visam ressocializá-los.

 

 Foto: Irineu Ribeiro/Secom
Garotos em processo de ressocialização fazem atividade esportiva

A Escola Estadual Elcy Lacerda, que funciona no Núcleo de Medida Socioeducativa de Internação Masculina (Cesein), promove jornada de férias com os 40 menores de idade internados no local em decorrência de conflitos com a lei.

A jornada, esportiva, foi iniciada na manhã dessa quinta-feira, 28, na quadra do Cesein, com basquete e vôlei. Os internos foram divididos em dois grupos, um com os de menor idade, e outro com os maiores que ainda cumprem medida no centro.

À tarde foi a vez de futsal. As disputas têm caráter eliminatório. Nesta sexta, 29, ocorrem as finais. A jornada seguirá na segunda-feira, 2, com disputas de pipas e tênis de mesa, em parceria com a federação amapaense da modalidade. O encerramento será terça-feira, 3, com futebol de salão.

“Buscamos, através destas atividades, atrair a atenção deles para a prática esportiva e, quem sabe, descobrir talentos em algumas dessas modalidades”, frisou o professor Márcio Roberto Pereira, um dos organizadores da jornada.

Além de estudar na escola as disciplinas da grade curricular de ensino, os internos participam de outras atividades, como música, robótica e artesanato. “Notamos que essas atividades têm contribuído muito para a melhoria no comportamento deles. Claro que há algumas exigências que eles precisam cumprir para participar. Por exemplo, ter boas notas e bom comportamento em sala de aula. Muitos deles têm se esforçado para alcançar isso”, reforçou Márcio Roberto.

De acordo com o professor, esta é a segunda edição da jornada da escola. “Estamos realizando esta ação para comemorar o bom andamento das nossas atividades, neste primeiro semestre, e como os internos contribuíram para este ponto positivo, nada melhor que lhes premiar com a programação”, finalizou Márcio Roberto.

About the author

Related