Irmão de prefeito mata candidato a vereador após live; confira

0
337

Jorge Marra está foragido e já era suspeito do crime por aparecer interrompendo uma live do candidato a vereador

Candidato foi morto a tiros – Câmeras de Segurança/Reprodução
Minas Gerais – O político Cássio Remis, candidato a vereador pelo partido PSDB da cidade de Patrocínio, em Minas Gerais, morreu após ser atingido por um tiro disparado pelo irmão do prefeito e secretário de obras do município, Jorge Marra, na tarde desta quinta-feira.
Marra, que está foragido, já era suspeito do crime por aparecer interrompendo uma transmissão ao vivo do candidato a vereador, que denunciava condições das ruas na cidade. “Está aqui agora o secretário querendo chegar para me agredir”, diz o candidato, enquanto mostra um homem de máscara descendo de um veículo antes de ter transmissão interrompida.
Imagens de uma câmera de segurança do local do crime, reafirmaram a suspeita e mostraram o suspeito buscando uma arma no carro e disparando contra a vítima. Cinco tiros atingiram Cássio Remis, que morreu na hora.
O corpo do candidato é velado na Câmara Municipal de Patrocínio na manhã desta sexta-feira. Testemunhas do crime devem ser ouvidas nesta sexta-feira. O prefeito da cidade e irmão do suspeito, Deiró Marra, informou que pediu a exoneração do secretário do cargo. A prisão preventiva do suspeito vai ser pedida pela polícia civil.
O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, divulgou nota de pesar considerando o assassinato como “brutal”. “É inadmissível que o ambiente político se transforme nisso”, disse, prestando solidariedade à família e pedindo a prisão do suspeito.
Veja, abaixo, vídeo de câmeras de segurança que mostram momento do crime: