Lamentável: tentativa de homicídio com ataques homofóbicos

0
51

No dia 18/09/2020, fui vítima de tentativa de homicídio com ataques homofóbicos tendo como consequências partes do meu rosto, cabeça, pescoço, peito, costas, ombros e várias outras partes do meu corpo com queimaduras de segundo e terceiro grau, tendo como sequência uma tentativa de esfaqueamento dentro da casa da minha mãe.
A agressora é minha irmã mais velha que covardemente me atacou com uma panela com comida fervendo, contendo óleo, frango, água, gordura e outros acompanhamentos,
No dia do fato a agressora que também já responde em liberdade por tentativa de homicídio contra o ex marido dela, também já tentou contra a vida do meu irmão mais novo perfurando-o com uma tesoura, já agrediu covardemente minha outra irmã, já fez várias vítimas na rua tbm, desde a adolescência sempre se envolveu com esse tipo de problema e sempre esteve envolvida com gente que fazem mal a outras pessoas e foi expulsa de todas as escolas q frequentou!
Tudo aconteceu pq meu filho de 2 anos de idade queria tomar banho na piscina dele de plástico, sendo q o mesmo no dia do fato estava com a garganta inflamada, tosse, dificuldade para se alimentar e algumas vezes ânsia de vômito, por ele ser uma criança ele não entendia que não podia tomar banho na piscina pq ele poderia ficar pior molhado e pegando vento em local aberto. Os meus sobrinhos estava na piscina do meu filho e eu já havia retirado o meu filho duas vezes da piscina e as duas vezes ele chorou e isso me partiu o coração.
Mandei o meus sobrinhos saírem da piscina pq o Ravi enquanto visse eles lá ele tbm iria querer, até pq ele não entende que isso poderia atrasar a recuperação dele.
A psicopata da minha irmã começou a gritar e ao invés de ela entender que eles tinham q sair da piscina pra não deixar o sobrinho dela chorando e tbm pq já estava na hora do almoço e as crianças tinham q se alimentar, mas não, ela resolveu achar que eu tava tratando mal os filhos dela, ela empurrou os dois filhos dela pra dentro da piscina depois q eu pedi p q eles saíssem, com essa atitude eu imediatamente esvaziei a piscina. Ela entrou pra dentro da casa da minha mãe e começou a me ofender me chamando de viado, falando que eu era uma bixa liza, e entre outras ofensas homofóbicas. Eu imediatamente entrei em casa e comecei a gritar com ela tbm, pq eu não tenho sangue de barata, ela começou a dizer q eu era um fudido e que a conta dela tinha não sei quantos mil (sendo q ela tem 30anos, 5 ou 6 filhos e nunca trabalhou na vida) eu confesso q com as ofensas dela e por já conhecê-la e saber o inferno q a anos ela vem fazendo na casa da minha mãe (pq ela morava lá até esse dia com todos os filhos) e nunca ajudou em absolutamente nada, sempre mexeu nas coisas dos outros, já abandonou todos o filhos ainda bebê em casa pra ir atrás de homens, já vacilou com todas as pessoas que já tentaram lhe ajudar, a família sempre tentou ocultar os crimes delas pensando no bem estar dos filhos (que todo ano ela tem um) só que dessa vez eu sinto muito pelas crianças, elas irão sofrer mas esse crime não vai ficar assim.
Continuando …. Enquanto a gente discutindo ela pegou uma panela que estava no fogão com frango, óleo, gordura, verdura, água e alguns complementos e jogou inteiro sobre mim! Imediatamente eu com o corpo completamente queimado e desnorteado com a dor observei ela puxando uma faca e dizendo q agora eu ia morrer! Eu confesso q ela teria me matado pq ela é o tipo de pessoa q faz isso! Graças a Deus dois irmão e minha cunhada estavam presenciando essa discussão e meu irmão impediu q ela me matasse. Minha cunhada me retirou do local e fui encaminhado por HE do município de Santana logo depois transferido pro HE da Capital do Amapá.
Logo depois do crime, ela ligou pra alguns parentes e disse que eu tinha agredido ela e os filhos, não relatou o que ela tinha feito, e como sempre inventou várias mentiras pra tentar se vitimizar, graças a deus existiam várias pessoas presentes e todas podem confirmar o que eu estou dizendo. Toda a família virou as costas pra ela depois q ficaram sabendo do ela tinha feito e ela começou a planejar coisas pra me prejudicar incluindo se alto agredir pra dizer que foi eu, registrou b.o contra mim, mas como eu falei existe várias testemunhas q podem confirmar q eu não encostei um dedo nela incluindo o filho mais velho dela q mora com a minha mãe.
Depois q ela viu q todos haviam abandonado ela pelo q ela tinha feito, começou a mandar mensagens debochando, ofendendo minha mãe, me ofendendo, e entre outras infantilidade. Ontem ela voltou na casa da minha mãe e quebrou tudo, ela é doente e não pode continuar solta pq ela é o tipo de pessoa q se sente bem fazendo mal pras pessoas. Se ela teve coragem de agredir todos os irmãos imagina o que ela pode fazer com qualquer outra pessoa na rua?
Eu só quero justiça. Meu corpo, meu rosto, minha autoestima estão muito abalada por conta desse crime. Espero q ela seja punida não só por esse, mas por todos os outros!
Também temo pela minha vida pq tenho certeza q ela vai tentar algo contra mim. Só que se isso acontecer quero deixar registrado q ela é a única responsável.