Marido preso por esfaquear gestante diz que ficou bravo porque vítima ‘mexia no celular e ele queria dormir’

0
1656


Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, onde a mulher está internada — Foto: Divulgação/Hospital Nossa Senhora Auxiliadora

Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, onde a mulher está internada — Foto: Divulgação/Hospital Nossa Senhora Auxiliadora

O homem de 44 anos que confessou ter esfaqueado a mulher grávida, em Três Lagoas, a 313 quilômetros de Campo Grande, disse que ficou bravo porque a vítima “mexia no celular e ele queria dormir”. No depoimento, segundo a delegada Patrícia Peixoto, responsável pelas investigações, o homem disse ainda que feriu o próprio corpo, logo após o crime, porque queria se matar.

“Ele disse que a vítima estava acordada, mexendo no celular e ele queria dormir. O depoimento dele é diferente das primeiras informações, que diziam que ela estava dormindo quando houve o crime. É por isso que estamos esperando que ela se recupere logo, o mais rápido possível. Na verdade, quem vai poder dar mais detalhes, é somente a vítima mesmo”, explicou Peixoto.

Conforme a polícia, o homem possui antecedentes de violência doméstica contra outra companheira, no ano de 2019. Com a atual esposa, ele estava junto há seis meses e, neste período, ela teria engravidado.

“O inquérito foi instaurado para apurar os crimes de feminicídio tentado e aborto, consumado, sem o consentimento da gestante. Neste caso, quando a esfaqueou e tentou matá-la, ele assumiu o risco do aborto. Também estou aguardando laudos e o próximo passo, como disse anteriormente, é o depoimento dela. A vítima não havia registrado nenhum boletim de ocorrência contra ele, bem como não possuía medidas protetivas de urgência.”, comentou Peixoto.

A vítima, de 41 anos, segue internada em estado grave no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. Conforme a assessoria de imprensa, ela está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), respira por aparelhos e está em observação médica.

A investigação solicitou a prisão preventiva do suspeito, que foi preso em flagrante, encaminhado à Penitenciária de Segurança Média de Três Lagoas e aguarda a audiência de custódia, que deve ocorrer nesta quarta-feira (11).

Por Graziela Rezende, G1 MS