Nível do Rio Jari baixa 44 centímetros e Defesa Civil monitora elevação

0
17
Além do trabalho realizado pela Defesa Civil, o Estado segue com outras equipes dando assistência às pessoas afetadas com os alagamentos.

 

 Foto: Ailton Leite/Secom
Nesta segunda-feira, 23, o nível do Rio Jari apresentou 1,95 metros acima do normal

A segunda-feira começou com boas notícias para quem mora no município de Laranjal do Jari, na região Sul do Estado. Depois de uma semana de tensão por causa dos alagamentos provocados pelas chuvas na cabeceira do Rio Jari e que elevaram o nível para 2,39 acima do normal, nesta segunda-feira, 23, o nível apresentou 1,95 metros, uma redução de 44 centímetros. Mesmo assim, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) segue monitorando a elevação, assim como, a vazão da Hidrelétrica de Santo Antônio, a qual indicava 2987 metros cúbicos por segundo, considerado normal pela Cedec.

Mesmo com a diminuição do nível do rio, as 16 famílias (que somam 71 pessoas) desabrigadas continuam na quadra da Escola Estadual Mineko Hayashida. “Estamos avaliando os locais onde essas famílias residem, para saber se não há perigo para que elas possam retornar à suas residências”, informou o coordenador da Cedec e comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP), coronel Wagner Coelho.

Além do trabalho realizado pela Defesa Civil, o Estado segue com outras equipes dando assistência às pessoas afetadas com os alagamentos. É o caso da Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (Sims) que continua cadastrando as famílias. “É um processo que busca identificar essas pessoas para que possam ser assistidas, futuramente, já que a situação de emergência foi decretada pelo município”, frisou o coordenador da Cedec.

Wagner Coelho também informou que houve reforço de mais um carro-pipa, cedido pela Secretaria de Estado de Transportes (Setrap), para a distribuição de água potável. A Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) segue com equipes na região para o monitoramento da qualidade da água consumida pela população.

Previsão de chuvas

Nos últimos dias, não houve registro de chuvas na cidade. Mas, as previsões do Núcleo de Hidrometeorologia e Energias Renováveis (Nhmet) do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa), para esta segunda-feira, indicam a possibilidade de chover entre 15 a 50 milímetros sobre a cabeceira da Bacia do Rio Jari.

Para esta terça-feira, as pancadas de chuvas na região podem variar entre 20 e 60 milímetros. “As próximas 48 horas indicam uma variação de 35 a 110 milímetros, para aquela região. Isso poderá provocar uma elevação no nível do rio novamente”, alertou o gerente do Nhmet/Iepa, Jefferson Vilhena.