O Instituto de Pesos e Medidas destruiu na sexta-feira, 23,produtos recolhidos durante as fiscalizações – Correio Amapaense

O Instituto de Pesos e Medidas destruiu na sexta-feira, 23,produtos recolhidos durante as fiscalizações

Instituto de Pesos e Medidas destrói produtos apreendidos em fiscalizações

Primeira etapa da ação aconteceu nesta sexta-feira, 23, em uma empresa de reciclagem da capital Macapá, no distrito do Coração.

Por: Ailton Leite

 Foto: Ailton Leite
São produtos nacionais e importados que não apresentavam o selo de certificação do Inmetro

O Instituto de Pesos e Medidas do Amapá (Ipem/AP) destruiu nesta sexta-feira, 23, parte dos produtos recolhidos durante as fiscalizações realizadas pelo órgão entre 2016 e 2017. A destruição ocorreu numa empresa de reciclagem no distrito do Coração, em Macapá. São produtos nacionais e importados que não apresentavam o selo de certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), órgão federal que fiscaliza a qualidade dos produtos comercializados em território nacional.

De acordo com o gerente do Núcleo de Gestão de Qualidade, Simon Silva, a certificação do Inmetro garante a segurança do consumidor em particular, o meio ambiente e proporciona a concorrência justa no mercado. “A avaliação da conformidade é um processo sistematizado, acompanhado e avaliado, de forma a propiciar adequado grau de confiança de que um produto atende pré-requisitos estabelecidos em normas e regulamentos técnicos, diferente destes produtos”, explicou.

Ele acrescentou que expiraram os prazos para que os fabricantes apresentassem suas defesas no processo administrativo instaurado pelo órgão. A maior parte dos produtos destruídos nesta sexta-feira foi de brinquedos, materiais elétricos, material escolar e eletrodomésticos. O Ipem/AP deve realizar, nos próximos dias, outra ação desta mesma natureza com o restante do material apreendido.

Segundo Simon Silva, um relatório será encaminhado ao Inmetro informando sobre a destruição dos produtos. A empresa de reciclagem, onde ocorreu a ação, também encaminhará um relatório ao órgão federal. “Este procedimento é necessário para evitar que estes produtos sejam destinados a terceiros”, concluiu.

About the author

Related

JOIN THE DISCUSSION