O plano de Moro contra a criminalidade

0
1
   O futuro ministro da justiça brasileiro e ex-juiz da Lava-Jato, Sergio Moro, compareceu nesta sexta-feira (23) no Simpósio de Combate Nacional a Corrupção, promovido pela Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro. No evento, o futuro ministro afirmou que pretende apresentar um projeto de lei contra crimes de corrupção, crime organizado e crimes violentos assim que assumir o ministério.

“Isso vai servir como desestímulo ao ingresso desses presos em organizações criminosas mesmo que eles nem sempre se filiarem a essas organizações voluntariamente”, disse Moro.

Moro também planeja mudanças pontuais nas regras de prescrição de crimes.

“Passamos a ver como normal um processo penal que termina em nulidade ou prescrição. Algumas alterações específicas podem fazer uma grande diferença” disse, sem entrar em detalhes.

Outra medida a ser incluída no projeto seria uma maior regulação na comunicação dos presos de dentro de penitenciárias.

“É preciso retomar o controle das cadeias do Brasil e é preciso um ciclo virtuoso de reformas nessa área”.

Segundo ele, o foco de sua gestão no ministério da Justiça será “uma agenda anticorrupção, anticrime organizado e anticrimes violentos com medidas no legislativo e medidas executivas a serem apresentadas em fevereiro”.

“É uma espécie de Plano Real contra a criminalidade no Brasil “ resumiu.

o/ Gustavo Sales